Política

Secretarias e autarquia municipais recebem novos gestores

(Foto: Divulgação)

As secretarias de Infraestrutura e Habitação (Smih) e Agropecuária e Meio Ambiente (SAMA) e o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) ganharam novos gestores na manhã desta segunda-feira (3). A posse dos secretários, diretor- presidente do Samae e diretoria de Turismo (Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo) ocorreu no Cine Teatro Valéria Luercy, com a presença do prefeito José Sloboda, vereadores, funcionários e secretários municipais.

Com a reestruturação, o secretário Francilei Baitala de Oliveira deixa a Sama e assume o Samae. A continuidade do trabalho na área de Agropecuária e Meio Ambiente será dada pelo engenheiro civil José Marcos Pessa Filho (Marquito). Já a pasta de Infraestrutura e Habitação ficou a cargo do ex- presidente do Samae, Reginaldo Cheirubim, que substitui o engenheiro civil Sérgio Cruz. Na oportunidade também foi empossado o novo diretor de Turismo, Edson Luiz Scherer. Popularmente conhecido como “Camarão, ele é um dos organizadores de um tradicional evento no município, o Trilhão Jaguariaíva.

Além de assinatura dos termos de posse, na reunião os novos secretários deixaram mensagens ao público presente. O secretário Marquito registrou que a Sama será um novo desafio, visto que atuou como vereador e presidente da Câmara durante muitos anos, tendo como ponto em comum o serviço dedicado à população.

Para o novo presidente do Samae, Francilei Baitala, o objetivo de continuar a servir aos jaguariaivenses com a melhor água do Paraná deve ser atingido com muito trabalho e apoio da equipe que fica no Samae. Lembrou de atividades na Sama, onde participou de programas como distribuição do calcário e sementes de feijão, empréstimo de máquinas agrícolas para pequenos produtores, distribuição de mais de 10 mil mudas de árvores, transporte de leite para produtores até o resfriador, licenciamentos ambientais e início do Programa Feira Verde, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

O secretário Reginaldo Cheirubin fez uma breve prestação de contas do que foi feito no Samae. Entre as ações realizadas elencou o investimento de mais de R$1 milhão na construção de poços artesianos na zona rural, redução do problema do odor exalado das lagoas de tratamento com base em testes com produto biológico, além do investimento de quase R$4 milhões na impermeabilização do solo onde ficam essas lagoas. Também foram feitas novas redes de distribuição e armazenamento de água, para evitar constantes interrupções no abastecimento. No centro da cidade houve instalação de uma nova adutora de esgoto, reduzindo a pressão sobre a nova pavimentação, graças ao desvio do esgoto que vem do bairro Primavera até a estação de tratamento.

Na Estação de Tratamento de Água (ETA) Três Bocas foram duas novas unidades filtrantes para atendimento do bairro Primavera e adjacências. Entre outras conquistas também citou a ampliação da frota, cobrança da dívida ativa, aquisição de equipamentos e máquinas, reestruturação do plano de cargos e carreiras, cobertura total das residências com ligações de água e rede de tratamento de esgoto. “O Samae hoje é uma referência no Paraná, sendo indicado pela FUNASA para visitas de vários municípios que buscam exemplos de projetos e serviços de sucesso”, relatou. Cheirubim destacou ainda que, em quatro anos, foram 63 mil ordens de serviço cumpridas, várias obras com recursos próprios e manutenção da menor tarifa de serviços de saneamento básico no Paraná.