Geral

Sindicato fará protesto e Jaguariaíva pode ficar sem ônibus nesta terça

A decisão dos sindicalistas foi comunicada através de uma nota oficial de repúdio enviada à imprensa no início da tarde desta segunda-feira, 21
Estima-se que cerca de 10 mil usuários serão afetados (Foto: Folha PR/Divulgação)

O Sintropas-PG que representa os trabalhadores do transporte de passageiros fará uma manifestação nesta terça-feira, 22, contra a demissão de cobradores das linhas circulares de Jaguariaíva. Com a ação, o transporte coletivo de passageiros pode ficar prejudicado no município. A decisão dos sindicalistas foi comunicada através de uma nota oficial de repúdio enviada à imprensa no início da tarde desta segunda-feira, 21.

No comunicado, o Sintropas-PG afirma não concordar com a maneira que a empresa Transpen está agindo em relação ao cobradores do município de Jaguariaíva. “Não existe acordo coletivo que prevê a demissão sumária de todos os trabalhadores que cobram a tarifa do transporte coletivo” diz o sindicato.

“Para fazer valer os direitos do trabalhadores, o Sindicato informa que nesta terça-feira (22) nenhum ônibus sairá da garagem sem o cobrador ocupando seu posto de trabalho. Não será aceito, por parte do sindicato laboral, em hipótese alguma, motoristas que terão que dirigir e cobrar a tarifa, acumulando funções” aponta a nota.

O comunicado encerra aformando que “não se trata de uma greve da categoria, e sim, uma manifestação pelo direito dos trabalhadores, contra a dupla função e demissão sumária dos cobradores do município de Jaguariaíva”.

Bilhetagem Eletrônica

A polêmica teve início com a recente implantação do sistema de bilhetagem eletrônica pela Transpen, que opera o sistema de transporte coletivo urbano em Jaguariaíva. O novo sistema possibilita que o usuário pague suas passagens por meio de um cartão magnético pré-pago. O cartão funciona por simples aproximação com o validador, equipamento de leitura do cartão, que foi instalado junto às catracas. O valor da passagem é descontado dos créditos do cartão e o acesso é liberado automaticamente. A medida extingue a função do cobrador.