Colunas

TSE alerta para boato sobre multa para quem não fizer cadastro biométrico

Circula nas redes sociais e em grupos de WhatsApp um boato que eleitores que não fizerem cadastramento biométrico até 7 de dezembro deverão pagar multa de R$ 150 e terão seu CPF e carteira de motorista cancelados. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a informação é falsa.

A legislação não prevê cancelamento de documentos, caso o eleitor não faça seu cadastro, nem multa. A multa só acontece quando não se vota e é no valor de R$ 3,50.

 

 

Requião e Osmar podem formar a chapa “Lagoa da Prata”

 

O bizarro encontro do senador Roberto Requião (PMDB) com o ex-senador Osmar Dias (PDT), para discutir programas e ideias, continua rendendo. Há especulações que o encontro vai render a formação de uma chapa, com Osmar para o governo e Requião para o Senado. Segundo informações, a chapa, vai se chamar “Lagoa da Prata”, referência a uma fazenda que Osmar tem no Tocantins, do tamanho de um principado europeu, e que foi um dos principais motes usados por Requião para atacar e destruir Osmar na campanha pelo Governo do Paraná em 2006. Os ataques foram eficientes e Requião se elegeu governador. Osmar, ao que parece, já superou o episódio.

 

 

Diego Garcia vai deixar o PHS

 

O deputado federal Diego Garcia vai deixar o PHS na janela eleitoral que abrirá no início de 2018, Garcia foi eleito na cola do deputado federal Alex Canziani (PTB). Ele afirma que sai do Partido Humanista da Solidariedade por motivos pessoais. Nos bastidores é que ele não conseguiria se reeleger pelo partido nanico, já que não estava conseguindo montar uma chapa para ajuda-lo na reeleição. A legenda ainda não está definida, já que muitos presidentes das chamadas grandes agremiações não gostam da postura do homem da carteira, que se acha “o presidenciável”.

 

 

Corrupção é causa de 70% das ações contra autoridades

 

Cerca de 70% das ações que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ) envolvendo autoridades com prerrogativa de foro - como parlamentares, ministros e governadores - tratam de crimes relacionados à prática de corrupção. A estimativa foi feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e divulgada na manhã de segunda-feira (04), como parte do balanço divulgado em evento pelo Dia Internacional de Combate à Corrupção.