Política

Violência de gênero contra a mulher é tema de evento realizado na sede no MPPR

Durante o encontro, integrantes da instituição e representantes da comunidade terão a oportunidade de debater sobre práticas violentas contra as mulheres
“Facetas da Violência de Gênero contra a Mulher” é o tema do evento que será realizado na sede do MPPR em Curitiba (Foto: Foto: Divulgação MPPR)

“Facetas da Violência de Gênero contra a Mulher” é o tema do evento que será realizado nos dias 22 e 23 de março, na sede do Ministério Público do Paraná, em Curitiba. Durante o encontro, integrantes da instituição e representantes da comunidade terão a oportunidade de debater sobre feminicídio, violência doméstica e familiar e justiça restaurativa, violência obstétrica, encarceramento feminino, violência sexual contra meninas e adolescentes e alienação parental. O encontro terá transmissão ao vivo pela internet, via webcast.

Segundo o procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça (Caop) de Proteção aos Direitos Humanos, o debate sobre a igualdade de gênero é o que motiva a realização do encontro. “A iniciativa também visa a troca de experiências para melhor compreender os fenômenos que provocam todas as formas de violências contra as mulheres e para propor soluções, notadamente na área da prevenção e de intervenção positiva do Ministério Público”, afirma.

No primeiro dia (22), o evento terá início às 18 horas com a abertura oficial, da qual participarão procuradores e promotores de Justiça. Em seguida, a professora Wânia Pisato, doutora pela Universidade de São Paulo (USP) e assessora da ONU Mulheres, ministra a palestra sobre feminicídio.

No segundo dia do encontro, a programação vai das 9 às 19 horas e conta com cinco palestras de membros do Ministério Público e profissionais de outras instituições que trabalham no enfrentamento à violência de gênero contra a mulher. A procuradora de Justiça Samia Saad Galotti Bonavides fala sobre violência doméstica e familiar e Justiça restaurativa; a promotora de Justiça do Ministério Público de Pernambuco Maísa Silva Melo de Oliveira aborda o tema da violência obstétrica; a professora Priscilla Placha Sá, presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas Profissionais da OAB-PR, trata do encarceramento feminino; a psicóloga Cristina Fukumori Watarai ministra palestra sobre violência sexual contra meninas e adolescentes; e a promotora de Justiça do Ministério Público de São Paulo Valéria Diez Scarance Fernandes fala sobre violência doméstica e familiar e alienação parental.

 

Realização

O evento é realizado pelo Caop de Proteção aos Direitos Humanos, com apoio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional, dos Caops da Criança e do Adolescente e da Educação; Criminais, do Júri e de Execuções Penais; de Proteção à Saúde Pública; e Cíveis, Falimentares e de Liquidações Extrajudiciais, além da Fundação Escola do Ministério Público (Fempar) e da Associação Paranaense do Ministério Público (APMP).