conecte-se conosco

unopar

Notícias

Aluno brazense conquista medalha de prata nas Olímpiadas de Matemática

Publicados

em

Três alunos de duas escolas ligadas ao Núcleo Regional de Educação de Wenceslau Braz, conseguiram conquistar medalhas na 13ª edição da OBMEP (Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). Neste ano, as escolas particulares também participaram.

Dois alunos são estudantes do Colégio Estadual Rui Barbosa que fica no município de Arapoti. Carlos Eduardo da Silva de Paula conquistou a medalha de prata, enquanto Alisson Gustavo Martins ficou com a medalha de bronze. Atualmente, Carlos é aluno do colégio Positivo, mas quando fez a prova ainda estudava no Rui Barbosa.

Já Samuel Henrique Pires Leite tem 17 anos e é aluno do terceiro ano do Ensino Médio do Colégio São Tomaz de Aquino no município de Wenceslau Braz. Ele conseguiu a medalha de prata na competição de matemática.

O estudante falou um pouco de como foi que ele acabou participando da prova deste ano. “Essa foi a primeira vez que eu participei das olímpiadas. O professor Luiz Augusto falou no começo do ano que nós iríamos participar. Foram selecionados alguns alunos para participar, e eu fui um deles. Eu fiquei feliz porque matemática é a disciplina que eu mais gosto”, explicou.

Leia Também:  Colégio de ensino integral brazense recebe equipamentos de fanfarra

Sobre a prova, Samuel comentou que foi uma experiência nova e que se preparou mais para fazer a segunda fase. “Na primeira fase eu usei praticamente todo o tempo que havia para fazer. As questões não eram impossíveis, mas tinham alguma dificuldade. Eu não tinha visto muito sobre a prova, mas na hora de fazer a segunda fase eu já me preparei melhor e fiz algumas provas anteriores”, comentou.

Quanto ao resultado, o medalha de prata disse ter sido uma surpresa, e que ficou com um pouco de receio, pois não tinha ido bem em uma das questões da prova. “O resultado foi uma surpresa para mim, porque na segunda prova eu não fui bem em uma das seis questões e fiquei com medo. Como eu nunca tinha feito essa prova, eu não sabia como era o resultado. Quando eu vi no Facebook do colégio, eu fiquei muito feliz”, comemorou.

Agora, Samuel espera seguir seus estudos de graduação na área da matemática, disciplina preferida do aluno. “Se eu não for fazer um curso de matemática, eu vou fazer um curso de engenharia na área elétrica ou química. Mas quero muito fazer um curso que seja na área da matemática. Esse ano já passei no curso de matemática da Unicamp”, finalizou.

Leia Também:  Vítima da Covid-19 de São José da Boa Vista morre após duas semanas na UTI

 

OBMEP

 

A OBMEP (Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas) é realizada através do IMPA (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada) e é promovida através da aplicação de provas com questões inerentes a disciplina a alunos do ensino médio. O Objetivo é estimular o estudo da matemática e revelar novos talentos.

No ano de 2017, a OBMEP teve uma novidade. Foram convidadas a participar as escolas privadas, pois, até então, a olímpiada era direcionada apenas as escolas públicas. Os medalhistas, como prêmio, tem acesso a programas como o PIC (Programa de Iniciação Científica Júnior). Além disso, a olímpiada já contemplou mais de 42 mil alunos com bolsas de 1 ano para estudar a Matemática.

Cristiane Caporaso, coordenadora no Núcleo Regional de Educação de Wenceslau Braz, explica como funciona a olímpiada. “A OBMEP é dividida em duas fases. Na primeira, as provas são aplicadas diretamente na escola onde o aluno estuda. Já na segunda, os alunos classificados fazem a prova na maior escola estadual de cada munícipio. Aqueles que apresentam bons resultados são premiados com medalhas”, comentou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Notícias

Vítima da Covid-19 de São José da Boa Vista morre após duas semanas na UTI

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Antônio de Picolli

Mais duas pessoas entraram para lista de vítimas fatais do novo coronavírus na região do Norte Pioneiro. As informações foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (22). Trata-se de um morador de São José da Boa Vista e uma moradora de Cornélio Procópio.
Uma das mortes aconteceu na madrugada desta sexta-feira. A vítima é Natal Luciano Dias, morador do município de São José da Boa Vista. O caminhoneiro, de 53 anos, estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional em Santo Antônio da Platina e seu quadro de saúde se agravou e Natal não resistiu vindo a óbito.
Já na tarde da quinta-feira (21), a Secretaria Municipal de Saúde de Cornélio Procópio confirmou a morte de uma mulher de 47 anos, o primeiro óbito registrado no município causado pela doença. Ainda de acordo com a secretaria, no período de uma semana os números de casos saltaram de cinco para 23 pacientes com a doença confirmada.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Turismo para depois do coronavírus: os cenários para quando tudo isso passar
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020