conecte-se conosco


REVOLTA

Homem é preso suspeito de abusar sexualmente da neta de sete anos

Publicados

em

Foto: Divulgação.

Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira (29) suspeito de abusar sexualmente da própria neta, uma criança de apenas sete anos. A ocorrência foi registrada no município de Jaguariaíva.

De acordo com informações da Polícia Civil, as investigações foram comandadas pelo delegado Derick Moura Jorge e apuraram que o suspeito vinha praticando abusos contra a criança nos últimos dois anos. Além disso, o avô teria presenteado a neta com um aparelho celular no qual gravava seus vídeos íntimos para que a menina assistisse, além de exigir que a criança gravasse vídeos eróticos para ele.

No decorrer das investigações, a equipe policial obteve provas através dos vídeos pornográficos encontrados no celular da menina, além de escutas. Com isso, o delegado pediu a prisão preventiva do suspeito a qual foi acatada pelo Poder Judiciário e cumprida nesta quinta-feira.

Frente aos fatos, o homem foi preso e encaminhado Cadeia Pública de Jaguariaíva onde permanece a disposição da Justiça. Já a criança foi encaminhada ao órgão competente para receber acompanhamento psicológico visando minimizar os danos causados pelo abusador.


A Polícia Civil, ainda, destaca a necessidade de familiares se atentarem às mudanças bruscas no comportamento das crianças, sendo que em caso de suspeita estes devem imediatamente procurar o auxílio das autoridades competentes, seja a Polícia Civil ou o serviço de assistência social do município, de modo que sejam adotadas as medidas cabíveis ao caso, evitando-se o prolongamento do sofrimento das vítimas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ex-deputado paranaense é internado com suspeita de covid-19

Nacional

Terminam hoje inscrições para o Sisu

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Estudantes que participaram da edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem se inscrever, até esta sexta-feira (10), para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio do ano. Serão oferecidas mais de 51 mil vagas em instituições de ensino superior do país.

Pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu 2020.2 vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). Além de ter feito o Enem de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação. Estudantes que fizeram o exame na condição de treineiros também não podem participar.

Por meio do site do Ministério da Educação (MEC), na tela “Minha inscrição”, o candidato poderá escolher até duas opções de cursos, por prioridade, na mesma instituição ou em universidades diferentes. Para fazer a primeira escolha, basta clicar em “Fazer inscrição na 1ª opção”. A pesquisa de vagas pode ser feita por nome do município, instituição ou curso. Após selecionar a opção, basta clicar em “Escolher este curso” para continuar.

Nesta fase, o candidato deverá indicar se irá participar do Sisu pelas vagas de ampla concorrência, pela Lei de Cotas (Lei nº 12.711/2012) ou pelas políticas afirmativas das instituições. No caso das universidades e dos institutos federais, os alunos de escola pública que se candidatarem às vagas reservadas serão divididos em grupo e subgrupo, conforme renda familiar e raça. Clique em “Escolher esta modalidade” para continuar.


 

Leia Também:  Ex-deputado paranaense é internado com suspeita de covid-19

Critérios

De acordo com o edital do Sisu, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

 

Lista de espera

Segundo cronograma divulgado pelo MEC, o resultado da primeira chamada do Sisu será divulgado no dia 14 de julho. O candidato que não foi selecionado em uma das duas opções, em primeira chamada, deverá manifestar seu interesse em participar da lista de espera, por meio da página do Sisu na internet, entre os dias 14 e 21 de julho. A partir daí, basta acompanhar as convocações feitas pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera, observando prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

Leia Também:  FAKENEWS: Data de retorno às aulas presenciais ainda não foi definida

 

Via: Agência Brasil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020