fbpx
conecte-se conosco


DESESPERO DOS PAIS

Vídeo captura momento em que criança de 4 anos é mordida por cascavel

Publicados

em

Reprodução Youtube

O momento em que uma criança é mordida por uma cobra cascavel na entrada da sua casa em Alabama, nos Estados Unidos, impressionou as redes sociais este fim de semana. (Vídeo abaixo).

A gravação foi divulgada pelos pais de Spencer Briggs, um menino de quatro anos que está fora de perigo e recupera seu pé da lesão ocasionada pela mordida.

De acordo com o jornal local AL, a cobra estava na calçada atrás de um veículo da família no sábado, quando Spencer correu para receber um caminhão com encomenda para a família enquanto os pais o olhavam pela janela.

“Ninguém viu a cobra até quando aconteceu. Quando cheguei lá, mal vi. Parecia um pouco de lama ou um pau no chão”, explicou a mãe, Laura Briggs.

No Facebook, a mãe alertou outros pais e agradeceu os bombeiros que prestaram os primeiros socorros e o hospital local.

“Estamos muito gratos por ter um ótimo hospital local, pois o transporte de helicóptero é muito caro e não é coberto pelo seguro. (…) Você nunca quer pensar no custo do atendimento de emergência em situações como essa, mas precisa. Graças a Deus, temos um bom seguro, mas os medicamentos antiveneno são muito caros, juntamente com os custos das ambulâncias aéreas, e você nunca sabe até receber a fatura de 5 dígitos e ficar totalmente impressionado e sentir que está preso a uma dívida enorme pelo resto da sua vida”, desabafou.

Leia Também:  China alerta para nova pneumonia mais mortal que a covid-19

COMENTE ABAIXO:

Especiais

Rússia é excluída das principais competições por dois anos

Publicados

em

russia doping

O mundo dos esportes está permeado de histórias sobre o doping, incluindo, como relembra o cassino online Royal Vegas, em atletas bem conhecidos. Nesse momento, a Rússia está sofrendo sanções por conta do doping. Saiba quais são e como foram decididas.

Os esportistas profissionais e os atletas de alta competição sabem que existem estritas normas e políticas antidoping e que muitos elementos não poderão ser integradas na sua rotina. Nos testes realizados ao redor do globo, no entanto, os elementos proibidos continuam surgindo em exames, o que está motivando sanções cada vez mais pesadas para quem não cumpre as normas.

Tratada de forma bem séria, a questão do doping é regulada pela WADA, uma entidade que tenta garantir o combate às formas ilegítimas de jogo, avaliando e regulando o uso de doping nos esportes.

O combate ao doping se prende com a necessidade de criar competições mais seguras, mais justas e mais igualitárias, onde todos os atletas estejam competindo em pé de igualdade e tenham chances iguais.

No combate à ilegitimidade das vitórias, as sanções aplicadas têm se demonstrado bastante intensas e, nesse momento, a Rússia é um bom exemplo disso mesmo.

Leia Também:  Patrão dá R$ 3 mil a cada funcionário pra movimentar economia

Conheça a sanção atribuída à Rússia pelo uso de doping e as competições que o país falhará devido a essas restrições.

 

A política anti-doping e a exclusão da Rússia

A Agência Mundial Antidoping (WADA) foi criada em 1999, após a questão do doping ter apresentado um dos seus maiores escândalos no mundo do ciclismo.

A agência serve como fonte de investigação e regulação dos esportes no que diz respeito ao doping, se mantendo a par dos avanços científicos sobre as substâncias e removendo ou adicionando compostos à sua lista de proibições de acordo com os resultados das pesquisas e as evidências em atletas.

Todo esse processo faz com que a agência se mantenha a par do que vai acontecendo e dos resultados dos testes, propondo sanções de acordo com as transgressões dos atletas ou equipes.

Ao longo dos anos, as sanções propostas pela WADA têm se tornado mais pesadas e, no que diz respeito ao caso russo, esta agência propôs uma exclusão de quatro anos de todas as maiores competições internacionais, como forma de punição pelo uso de doping.

Leia Também:  Testes finais de vacinas contra covid começam a partir de julho

 

As sanções aplicadas à Rússia e sua ausência nas competições de 2021/22

Ainda que a sugestão da WADA fosse para a exclusão da Rússia dos campeonatos por quatro anos, o Tribunal Arbitral dos Desportos (TAS) considerou que a punição mais justa para o país seria o de excluí-lo dos principais torneios por dois anos.

Dessa forma, a Rússia terá de estar ausente de algumas das mais interessantes competições dos próximos anos 2021 e 2022, incluindo os Jogos Olímpicos de Tóquio (2021), os Jogos de Inverno de Pequim (2021) e o Campeonato do Mundo de Futebol do Qatar (2022).
Ainda que a sanção seja bastante pesada, esta não impede a presença da Rússia nos Jogos Olímpicos de Paris (2024), o que aconteceria se a proposta da WADA tivesse sido aceita.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2021