conecte-se conosco

unopar

DESESPERO DOS PAIS

Vídeo captura momento em que criança de 4 anos é mordida por cascavel

Publicados

em

Reprodução Youtube

O momento em que uma criança é mordida por uma cobra cascavel na entrada da sua casa em Alabama, nos Estados Unidos, impressionou as redes sociais este fim de semana. (Vídeo abaixo).

A gravação foi divulgada pelos pais de Spencer Briggs, um menino de quatro anos que está fora de perigo e recupera seu pé da lesão ocasionada pela mordida.

De acordo com o jornal local AL, a cobra estava na calçada atrás de um veículo da família no sábado, quando Spencer correu para receber um caminhão com encomenda para a família enquanto os pais o olhavam pela janela.

“Ninguém viu a cobra até quando aconteceu. Quando cheguei lá, mal vi. Parecia um pouco de lama ou um pau no chão”, explicou a mãe, Laura Briggs.

No Facebook, a mãe alertou outros pais e agradeceu os bombeiros que prestaram os primeiros socorros e o hospital local.

“Estamos muito gratos por ter um ótimo hospital local, pois o transporte de helicóptero é muito caro e não é coberto pelo seguro. (…) Você nunca quer pensar no custo do atendimento de emergência em situações como essa, mas precisa. Graças a Deus, temos um bom seguro, mas os medicamentos antiveneno são muito caros, juntamente com os custos das ambulâncias aéreas, e você nunca sabe até receber a fatura de 5 dígitos e ficar totalmente impressionado e sentir que está preso a uma dívida enorme pelo resto da sua vida”, desabafou.

Leia Também:  Coronavírus: Fronteiras dos EUA com México e Canadá fecham neste sábado

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Fórmula 1 vai evitar países com sistemas de saúde debilitados e insuficientes

Publicados

em

A Fórmula 1 vai evitar ir a países com sistemas de saúde debilitados em razão da pandemia do novo coronavírus e incapazes de garantir a segurança das pessoas, assegurou o austríaco Alexander Wurz, presidente da Associação dos Pilotos de Grande Prêmio (GPDA, na sigla em inglês).

“Não iremos a países onde a crise da saúde seja tão grave que não haja capacidade suficiente em seu sistema médico”, enfatizou Wurz, em entrevista ao “Vodcast” da emissora Sky Sports.

O representante dos pilotos participou de uma reunião via videoconferência com o chefão da Fórmula 1, Chase Carey, e o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, em que foram discutidas maneiras de minimizar os ricos de contágio durante a temporada, que ainda está para ser iniciada.

“Não houve negociação, apenas debate para contribuir com ideias a fim de certificarmos que possamos retornar o mais breve possível e, acima de tudo, da maneira mais segura. Jean Todt e Chase Carey deixaram isso bem claro”, afirmou o ex-piloto.

Wurz garantiu que a Fórmula 1 se tornou uma “indústria extremamente segura” após as mortes do austríaco Roland Ratzenberger, durante treino classificatório para o GP de San Marino de 1994, e de Ayrton Senna, na corrida no dia seguinte. No entanto, agora, com o coronavírus, os planos terão de ser repensados para assegurar a segurança de todos os envolvidos.

Leia Também:  Mais de 3,3 mil profissionais de saúde estão com coronavírus na Itália

“Todos, os mecânicos, os líderes de equipe, os comissários estão acostumados a seguir protocolos de segurança muito rigorosos. E isso funcionou fantasticamente durante as últimas três décadas. O automobilismo, sem redução de desempenho, tornou-se extremamente seguro”, analisou.

A temporada da Fórmula 1, cujo início foi adiado em razão da pandemia do novo coronavírus, está programada para começar em julho, com o GP da Áustria como corrida inaugural. A pandemia afetou até o momento dez etapas do Mundial, entre cancelamentos e adiamentos. Uma das provas canceladas foi o GP da Austrália, que abriria a temporada.

A previsão, com o calendário reformado, é de realizar entre 15 e 18 corridas neste ano. O encerramento pode ser em dezembro, com as provas no Bahrein e nos Emirados Árabes Unidos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020