conecte-se conosco

unopar

Notícias

MEC desbloqueia recursos para universidades, mas mantém contingenciamento de 15%

Publicados

em

O Ministério da Educação (MEC) destinará 58% dos recursos desbloqueados para recompor o orçamento das universidades e institutos federais, anunciou nesta segunda-feira (30), em Brasília, o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Os recursos, segundo o MEC, cobrirão despesas de custeio como gastos com água, energia elétrica, aquisição de materiais de consumo e outras prestações de serviço.

O anúncio do desbloqueio do orçamento foi feito no último dia 20 pelo Ministério da Economia. A liberação está prevista no decreto 10.028 publicado no Diário Oficial da União na última sexta-feira (27).

Ao todo, o governo desbloqueou R$ 8,3 bilhões do Orçamento deste ano. Entre os ministérios, o que teve maior liberação foi o da Educação, com R$ 1,99 bilhão.

Do total desbloqueado no MEC, as universidades receberão R$ 1,156 bilhão. Com isso, essas instituições, que tiveram, em média, 30% dos recursos discricionários bloqueados no início do ano, seguirão com 15% dessas verbas contingenciadas, segundo Weintraub.

No início do mês, outros R$ 584 milhões foram disponibilizados às instituições. Com a liberação, seguem bloqueados no MEC R$ 3,8 bilhões.

Leia Também:  Concurso Café Qualidade Paraná abre período de inscrições

Para a Universidade Federal do Paraná (UFPR), o desblqueio deve dar um alento, mas ainda não resolve o problema até o final do ano. Na semana passada o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, informou que a universidade está com as contas em dia, mas que as verbas para despesas de custeio já havia acabado e, portanto, precisava deste dinheiro que é desbloqueado agora para pagar as contas de setembro que vencem agora no início de outubro.

 

DEMAIS RECURSOS

Os demais recursos descontingenciados serão destinados à educação básica, concessão de bolsas de pós-graduação e realização de exames educacionais, de acordo com o MEC.

Para o Programa Nacional dos Livros Didáticos (PNLD), serão destinados R$ 290 milhões, o que, segundo o ministério, o que garante a continuidade do programa em 2020. Esse programa visa a compra e distribuição de livros didáticos para escolas públicas.

Outros R$ 270 milhões serão voltados para o pagamento de bolsas de estudo vigentes concedidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Leia Também:  Mulher vai parar no hospital após ser agredida pelo marido

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) receberá R$ 105 milhões para aplicação de exames e formulação de políticas educacionais.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Notícias

Flávio Zan anuncia vereador Rodrigo Faria como pré-candidato a vice-prefeito em Tomazina

Publicados

em

Fotos: Divulgação/Arquivo Pessoal.

Prefeito aguarda os prazos definidos pela legislação eleitoral para anunciar oficialmente a candidatura a reeleição

Em ano eleitoral, os grupos políticos já começam a discutir e definir as estratégias para disputarem os pleitos municipais que devem ocorrer nos próximos meses já que, mesmo com a crise do novo coronavírus, não há definição oficial sobre o adiamento das eleições.

Nesse cenário, o atual prefeito do município de Tomazina, Flávio Zanrosso, pode disputar a reeleição com um novo nome de vice-prefeito em sua chapa. Depois de reuniões entre lideranças políticas para definir a trajetória da campanha, o nome do vereador Rodrigo Faria foi anunciado como pré-candidato a vice-prefeito ao lado de Zanrosso nas eleições 2020.

A definição do nome de Faria para o cargo foi discutida em reuniões junto a lideranças políticas do município acompanhadas de diálogos com os deputados que apoiam o prefeito e trabalham por Tomazina, como o caso do presidente estadual do MDB deputado João Arruda, o deputado estadual Alexandre Curi e o deputado Federal Sérgio Souza.

Os representantes do legislativo tomasinense também participaram da decisão, como é o caso do vereador Cézar Bueno, presidente do MDB em Tomazina, o presidente da Casa de Leis Wesley Marques e os vereadores Mané do Sapé, Marildinho, Rodrigo, Cezar e o atual vice-prefeito Rochinha.

Leia Também:  Petrobras reajusta em 5% preço do gás de cozinha a partir desta quinta-feira

Faria, que o cumpre seu segundo mandato como vereador, também é filiado ao MDB. Casado e pai de dois filhos, o parlamentar mudou-se do bairro Serraria para cidade onde trabalhou com a família, em uma empresa de ônibus e junto ao grupo Pro Tork. Com uma postura ativa junto às necessidades da comunidade, chegou a Casa de Leis do município. Ele faz parte do grupo de vereadores que trabalham junto a Zanrosso no desenvolvimento do município.

O prefeito Flávio, primeiramente, fez questão de exaltar a parceria e apoio que teve durante o primeiro mandato junto ao vice-prefeito Rochinha. “O Rochinha é um colega de trabalho, um companheiro desde o início dessa caminhada e um grande amigo que sempre trabalhou muito para o sucesso da nossa gestão. Agradeço a ele todo o apoio e parceria que tivemos nesses últimos anos para promover o crescimento de Tomazina e o bem estar da nossa população, e ele vai continuar conosco contribuindo ainda mais com toda sua experiência e dedicação”, enalteceu.

Zanrosso também falou sobre o novo parceiro nesta caminhada. “O Rodrigo é uma pessoa que tem uma história pessoal de luta, assim como tem uma trajetória de muito trabalho pela nossa cidade e população. Na câmara, sempre deu apoio e trabalhou junto a nossa gestão e na prefeitura vai nos fortalecer ainda mais com o nosso trabalho em busca do crescimento de Tomazina, principalmente para alavancar o turismo em nossa cidade e gerar ainda mais empregos”, finalizou.

Leia Também:  Flávio Zan anuncia vereador Rodrigo Faria como pré-candidato a vice-prefeito em Tomazina

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020