fbpx
conecte-se conosco


NORTE PIONEIRO

Prefeitura emite nota sobre suposto óbito da Covid-19 em Cambará

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

A prefeitura de Cambará, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou uma Nota de Esclarecimento sobre o óbito de um paciente de 71 anos que aconteceu na noite deste domingo (28). A princípio, nesta segunda-feira (29), no início da tarde, o Comitê do município de Jacarezinho emitiu uma nota informando que a vítima residia em Cambará.

 

Nota da Prefeitura de Cambará:

Esclarecimento quanto ao óbito de COVID19 que estão retribuindo a Cambará !!! A Secretária Municipal de Saúde de Cambará expressa as mais profundas condolências à todos os familiares e amigos, e informamos que o caso está sendo averiguado pela Secretaria Municipal de Saúde e SESA, pois assim como todos ficamos sabendo do ocorrido na noite de ontem através da internet!!! Informamos que o paciente não tem nenhum comprovante de endereço no município, seu benefício também não é recebido aqui e seu Cartão SUS também não está registrado aqui , esse paciente em momento algum ingressou em nenhum posto de Saúde de nossa rede ou pronto atendimento!!! Informo que assim que tivermos informações consistentes está será repassada para população!! A única coisa que recebemos do paciente foi esse papel rasurado que segue em anexo:

 

Leia Também:  Tribunal Regional Eleitoral reconhece Alcione Lemos como prefeita eleita em Jaguariaíva

 

Nota de Esclarecimento do Comitê de Jacarezinho:

Informamos que o 44.o caso confirmado de paciente portador do coronavírus (com Covid-19), e que veio a óbito, não estava residindo em Jacarezinho, e em razão disso, a confirmação do óbito não será inserida em nosso Boletim Diário. O paciente, com 71 anos de idade, estava residindo em Cambará (PR) e deverá ser computado naquele município.

 

Via: Blog do Marcos Junior.

COMENTE ABAIXO:

Notícias

60% dos novos casos de Covid no Paraná são de jovens até 35 anos, diz secretário Beto Preto

Publicados

em

Foto. Divulgação/Banda B.

E quem mais sofre são os idosos com 76% das mortes entre os que tem mais de 60 anos

 

Aquele encontro num bar, num posto de gasolina, aquela festa na casa de alguém, aquela aglomeração para beber na calçada. É em situações como essas que o coronavírus está se espalhando no Paraná. A afirmação é do secretário estadual de saúde, Beto Preto, que conversou ao vivo nesta quinta-feira (14), com Luiz Carlos Martins, na Rádio Banda B. Segundo ele, 60% dos novos casos de Covid no Paraná são de jovens até 35 anos.

“Tínhamos algo em torno de 40% das contaminações entre este grupo de até 35 anos há cerca de quatro meses, hoje este índice quase chega a 60%. E quem mais sofre com isso? Os idosos acima de 60 anos que representam 76% das mortes pelo coronavírus no estado. Na maioria das vezes, são pessoas que ficam em casa e são contaminadas por jovens que continuam aglomerando, infelizmente”, afirmou.

Beto Preto reforçou que esses jovens são, muitas vezes, assintomáticos ou com sintomas brandos. E vai além, afirmando que o Paraná deve ter  quatro ou cinco vezes mais contaminados do que os números oficiais, hoje em 423.024.

“Temos muitas pessoas que se contaminaram e não procuraram atendimento médico, seja por terem tido sintomas brandos ou por serem assintomáticas. Calculamos que cerca de 2,5 milhões de paranaenses já tenham tido contato com o vírus. Muitos talvez nem saibam disso”, completou.

Vacinação

O secretário disse ainda na Banda B que a vacinação deve começar entre os dia 23  e 26 de janeiro, dependendo do dia em que o Ministério da Saúde vai distribuir as doses. Reforçou que até maio, cerca de 4 milhões de paranaenses deverão ser imunizados.

“Vamos começar pelos profissionais de saúde da linha de frente e pessoas que vivem em aldeias isoladas. Na sequência, os demais profissionais de saúde e idosos acima de 75 anos. Depois virão os acima de 70, acima de 60, aí os portadores de doenças crônicas como hipertensos, diabéticos,  quem faz hemodiálise entre outros. Vamos vacinar os que têm acima de 18 anos. Não há previsão de vacinar crianças e adolescentes porque não existem testes para estas faixas etárias que, na grande maioria, apresentam sintomas brandos ou nenhum”, disse.

Locais de vacinação

O secretário disse que o Paraná tem 1850 salas de vacina nas Unidades Básicas de Saúde e são estes locais que irão aplicar as doses.

“A vacinação vai acontecer prioritariamente nas unidades básicas, onde os profissionais conhecem a maioria da população. Ouvi ontem que o prefeito Rafael Greca está propondo o Pavilhão do Barigui como centro de vacinação, o que também é válido, mas nossa prioridade é vacinar nas unidades”.

Segundo ele, o Paraná deve aplicar vacinas da AstraZeneca/Oxford e também a Conoronac, do Instituto Butantã com a Sinovac.

“Vai dar tudo certo. O paraná está preparado e na terça-feira (19) já devermos ver o ministro Pazuello anunciando o início do plano nacional de vacinação”, concluiu.

Via: Banda B.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Fies oferecerá 93 mil vagas para financiamento estudantil em 2021
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020