conecte-se conosco


Simepar prevê início de outono com temperaturas altas

Publicados

em


.

O outono começa à meia-noite e 50 minutos desta sexta-feira (20) e termina às 18h44 do dia 20 de junho. O Simepar prevê chuva no Norte do Estado. As temperaturas variam entre 13 oC e 33 oC. A mínima deve ocorrer em Guarapuava, Pato Branco e União da Vitória. A máxima será em Foz do Iguaçu. O tempo deve melhorar no sábado, com sol em todas as regiões.

Segundo o meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneib, o outono paranaense caracteriza-se pela grande variabilidade das chuvas, em sua maioria decorrentes da passagem de frentes frias. “Maio costuma ser mais chuvoso em comparação com abril e junho”, afirma. Os maiores volumes são registrados nas regiões Sudoeste e Oeste. À medida que o inverno se aproxima, as temperaturas diminuem progressivamente. A partir da segunda quinzena de abril, aumenta o risco climático de geadas. “A ocorrência de nevoeiros também é típica da estação, com intensidade e duração variando conforme o padrão de tempo predominante em cada região”, informa Kneib.

A previsão indica que as chuvas seguirão os padrões da climatologia no Paraná. Ao longo do trimestre devem ocorrer os chamados “veranicos” – períodos superiores a dez dias consecutivos sem chuvas.

Este cenário para os próximos meses não favorece a recuperação da umidade perdida devido à estiagem dos últimos 45 dias no Paraná. As temperaturas estarão próximas aos valores médios para a estação. “Em todas as regiões, normalmente o outono apresenta grande amplitude térmica diária, que é a diferença entre a menor e a maior temperatura”, diz o meteorologista.

As primeiras geadas devem ocorrer em abril entre as regiões Central e Sul, em áreas de vales e encostas protegidas do vento. Em maio e junho, as geadas devem atingir todas as regiões. Em alguns dias, as temperaturas serão altas à tarde, entrando em declínio quando ingressarem massas de ar frio de forte intensidade. Os modelos dinâmicos e estatísticos sugerem que não haverá influência dos fenômenos climáticos El Niño e La Niña neste outono.

AGRICULTURA – As baixas temperaturas ocasionadas por massas de ar frio podem afetar o milho segunda safra, principalmente em lavouras implantadas fora do período de semeadura indicado pelo Zoneamento Agrícola de Risco Climático. Quanto mais tarde as lavouras entrarem nas fases de floração e frutificação, mais suscetíveis ficam aos danos e às perdas pelo frio. A irregularidade e a restrição de chuva previstas para o outono também podem prejudicar o milho safrinha.  

O trigo pode ser impactado pela diminuição das chuvas, principalmente nas fases críticas de germinação e emergência das plantas e enchimento de grãos. Geadas fortes na fase de florescimento podem causar redução da produtividade.

Para evitar que toda a lavoura seja prejudicada caso ocorra algum evento climático extremo, como seca ou geada, as pesquisadoras do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná Iapar-Emater, Heverly Morais e Angela Beatriz Ferreira da Costa, orientam os agricultores a respeitarem o Zoneamento Agrícola e escalonarem a semeadura em períodos espaçados de duas semanas.

Por serem extremamente sensíveis às baixas temperaturas, as hortaliças devem ser protegidas em caso de previsão de geadas. As plantações de café também ficam vulneráveis, principalmente as mudas em viveiros e plantas com até dois anos no campo. 

No início de maio, será ativado o Sistema Alerta Geada, que emitirá boletins diários. O serviço mantido pelo Iapar em parceria com o Simepar apresenta sugestões para a proteção dos viveiros e das lavouras cafeeiras recém-plantadas.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:

Campos Gerais

Programa Jovem Aprendiz em Jaguariaíva completa quinze anos e já beneficiou mais de 1,3 mil jovens

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Neste mês a administração municipal comemora 15 anos do Programa Jovem Aprendiz, que tem o objetivo de desenvolver competências necessárias para que adolescentes e jovens ingressem no mercado de trabalho como aprendizes e propiciar também a educação tanto para a vaga de emprego, quanto para o exercício da cidadania.

Mantido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, através do Departamento de Ensino Profissionalizante, e convênio com o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), que matricula e certifica os jovens, o programa aparece como a primeira oportunidade de emprego para muitos, dentro de um mercado de trabalho concorrido e que a cada dia exige mais experiência e conhecimento dos profissionais. Nestes 15 anos, aproximadamente, 1,3 mil jovens e adolescentes passaram pelo programa, destes, 950 concluíram a primeira experiência profissional com sucesso.

“Nós, professores, educadores ou técnicos de ensino, seja lá qual nomenclatura que se dê, estamos orgulhosos por termos feito parte de suas vidas e desejamos, a todos, sucesso profissional e que jamais se esqueçam dos ensinamentos mais preciosos que levaram e servirão para a vida toda; que foram os valores éticos e a liberdade com responsabilidade”, declara a diretora do Departamento de Ensino Profissionalizante, Tânia Gema Marodim.

Desde sua implantação, em 18 de julho de 2005, o programa passou por mudanças nos planos de cursos e metodologia, sempre se adequando no intuito de cumprir com a legislação e na melhoria da aprendizagem. “É uma história de sucesso, porque aquilo que não deu certo ao longo dos anos, foi sendo corrigido. A cada ano encontramos desafios novos e assim seguimos o curso da vida, aprendendo sempre, como diz a canção de Gonzaguinha ‘Eterno Aprendiz’”, afirma a diretora.

Segundo o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Leocádio Delgado, nos primeiros anos houve dificuldade para atrair o público-alvo, mas com o passar do tempo o projeto ganhou credibilidade, tanto entre a juventude quanto no comércio e empresas, permitindo assim alcançar o objetivo de capacitação do jovem para o primeiro emprego. “O município incentiva e trabalha em prol da capacitação profissional, necessária para a atração e manutenção de novas empresas e a geração de empregos”, complementa o secretário.

Diante da pandemia do Covid-19 muita coisa teve que ser alterada. No início do isolamento, com a impossibilidade das aulas presenciais, os estudantes entraram em férias. Após, aqueles alunos que já atingiram a maioridade retornaram ao trabalho, enquanto os menores tiveram a interrupção do contrato, como é o caso de muitos que prestam serviço nas secretarias e departamentos da prefeitura. Nestes casos, as aulas também foram retomadas, mas no formato EaD (Educação a Distância). Existe, ainda, o caso de aprendizes que tiveram seus contratos de trabalho suspensos pelas empresas e indústrias, nestes casos as aulas também estão suspensas.

A pandemia também impede que os planos para uma comemoração aos 15 anos do programa sejam realizados de forma adequada. “Mas deixamos nossos agradecimentos à administração municipal, na pessoa do senhor prefeito municipal, José Sloboda, ao secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Leocádio Delgado, por acreditar na funcionalidade do Programa Jovem Aprendiz, que tão bem faz aos adolescentes e jovens do nosso município, à Maria Lucélia de Bortolli, que nestes últimos 10 anos acompanhou nossos sonhos em deixar um mundo melhor para os adolescentes e jovens do nosso município, aos nossos parceiros, às equipes dos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) Pedrinha e Primavera e do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), à secretaria de Desenvolvimento Social como um todo, representada pela secretária Cléia Aparecida Valenga Sloboda, aos profissionais do SENAI e a todos os profissionais que passaram por este Departamento, que muito contribuíram para a construção do saber dos nossos jovens e adolescentes”, finaliza Tânia.

 

Via: Assessoria.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020