conecte-se conosco

unopar

Notícias

Soluções da Celepar ajudam no combate ao coronavírus

Publicados

em


.

A Celepar desenvolve em conjunto com o Governo do Estado inúmeras soluções para atender os cidadãos paranaenses, como portais e aplicativos para disponibilização de serviços. Entre elas, o site exclusivo com orientações e conteúdos sobre o coronavírus e o aplicativo Menor Preço.

O presidente da empresa, Leandro Moura ressalta que, em momentos como este, a tecnologia é uma forte aliada no combate e na prevenção da doença. “Não existe algo com mais valor do que a saúde das pessoas. Temos na Celepar algumas soluções que ajudam nesta situação delicada. Estamos cuidando também de nossos colaboradores, permitindo inclusive o trabalho remoto em alguns casos de forma inédita na empresa”.

MENOR PREÇO – Com o aplicativo Menor Preço, disponível para os sistemas Android e iOS, é possível pesquisar produtos como álcool em gel, sabão e outros itens de higienização. Esta ferramenta mostra os estabelecimentos que oferecem o produto com melhor preço e mais próximos do usuário. A busca pode ser feita de duas formas – digitando o nome do produto desejado ou por meio de leitura do código de barras deste item. Pelo portal menorpreco.notaparana.pr.gov.br/ basta digitar o nome do produto que ele traz os melhores preços e locais em que você consegue comprá-lo.

Leia Também:  Folha Extra entrevista o presidente da OAB, Paulo Madeira

DENÚNCIA – Outra ferramenta é o portal desenvolvido pela Celepar em parceria com o Procon-PR. Nele há um banner específico para o preço abusivo do álcool em gel 70%. Caso você tenha visto ou comprado esse produto com um preço acima do habitual, ali é possível registrar uma denúncia. O órgão vai analisar as informações para fiscalizar e tomar as medidas previstas, se for constato o abuso.

PORTAL – Outra iniciativa em que a Celepar atua é o portal do Governo do Estado com informações sobre o coronavírus: http://www.coronavirus.pr.gov.br/. Nele o cidadão encontra orientações sobre cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus, além de outras informações importantes sobre a doença.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Notícias

Homem é preso suspeito de abusar sexualmente da neta de sete anos

Publicados

em

Foto: Divulgação.

Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira (29) suspeito de abusar sexualmente da própria neta, uma criança de apenas sete anos. A ocorrência foi registrada no município de Jaguariaíva.

De acordo com informações da Polícia Civil, as investigações foram comandadas pelo delegado Derick Moura Jorge e apuraram que o suspeito vinha praticando abusos contra a criança nos últimos dois anos. Além disso, o avô teria presenteado a neta com um aparelho celular no qual gravava seus vídeos íntimos para que a menina assistisse, além de exigir que a criança gravasse vídeos eróticos para ele.

No decorrer das investigações, a equipe policial obteve provas através dos vídeos pornográficos encontrados no celular da menina, além de escutas. Com isso, o delegado pediu a prisão preventiva do suspeito a qual foi acatada pelo Poder Judiciário e cumprida nesta quinta-feira.

Frente aos fatos, o homem foi preso e encaminhado Cadeia Pública de Jaguariaíva onde permanece a disposição da Justiça. Já a criança foi encaminhada ao órgão competente para receber acompanhamento psicológico visando minimizar os danos causados pelo abusador.

Leia Também:  Paraná tem 241 municípios em estado de calamidade pública

A Polícia Civil, ainda, destaca a necessidade de familiares se atentarem às mudanças bruscas no comportamento das crianças, sendo que em caso de suspeita estes devem imediatamente procurar o auxílio das autoridades competentes, seja a Polícia Civil ou o serviço de assistência social do município, de modo que sejam adotadas as medidas cabíveis ao caso, evitando-se o prolongamento do sofrimento das vítimas.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020