conecte-se conosco


NOVIDADE

Trabalhadores podem buscar vagas e seguro-desemprego pela internet

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Devido ao fechamento das Agências do Trabalhador em alguns municípios, devido a intensificação da pandemia do coronavírus, a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho orienta os trabalhadores que buscam vagas de empregos e os empresários que ofertam vagas que utilizem a internet. A solicitação do requerimento do seguro-desemprego também pode ser feita de modo online.

Todos os serviços podem ser feitos por meio do aplicativo Sine Fácil, que pode ser baixado gratuitamente pela Play Store ou Apple Store, pelo site empregabrasil.mte.gov.br ou pelo próprio site da Secretaria da Justiça (www.justica.pr.gov.br/trabalho). Os empregadores estão cadastrando as vagas normalmente, e os trabalhadores podem pesquisar todas as vagas abertas na sua cidade.

 

COMO ACESSAR

Para acessar o Sine Fácil é necessário um QRcode que pode ser solicitado diretamente no site da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, pelo Chat do Trabalhador – uma nova ferramenta para atendimento ao trabalhador e empregador, disponibilizado pela Secretaria, por meio do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Emprego e Renda.


“O Chat do Trabalhador é um canal de comunicação e orientação entre os trabalhadores e os profissionais das Agências do Trabalhador nos momentos de dificuldade durante o passo a passo nas ferramentas digitais, e pode ser usado não só para gerar este QRcode, como para qualquer outra dúvida relacionada a trabalho”, afirma o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Eder Colaço,.

Leia Também:  Assembleia Legislativa destina R$105 mil para UENP investir em acessibilidade tecnológica

“Precisamos que os trabalhadores se conscientizem para usar as ferramentas digitais e o autoatendimento. Não é hora de sair de casa, ainda mais quando temos a opção de resolver todas essas questões de forma remota”, ressalta o coordenador interino da gestão do Trabalho e Emprego da Secretaria, Walmir dos Santos.

 

SEGURO-DESEMPREGO

Aos trabalhadores que precisam solicitar o seguro-desemprego durante esta pandemia da Covid-19 podem fazer todo o requerimento do benefício pelo aplicativo “Carteira de Trabalho Digital”.

 

COMO SOLICITAR

Para solicitar o Seguro-Desemprego, o trabalhador deve seguir alguns passos
1) Baixar gratuitamente o aplicativo Carteira de Trabalho Digital na Play Store ou Apple Store
2) Depois fazer o cadastro no portal www.gov.br/pt-br/servicos/obter-a-carteira-de-trabalho e criar um “login” e senha
3) – Acessar os serviços digitais para o Seguro-desemprego, e selecionar a opção Requerer o Seguro-desemprego
4) – Na tela seguinte, clicar na função Solicitar Seguro-desemprego
5) – Informar o número do Requerimento do Seguro-desemprego fornecido pelo empregador e clicar em localizar
6) – Conferir se as informações estão corretas, concordar com os termos e clicar em concluir
7) – Confirmar a solicitação do benefício
8) Na etapa seguinte irá aparecer a frase “Solicitação do Benefício Realizada com Sucesso” e também as informações sobre o benefício, como a quantidade e o valor das parcelas, e as respectivas datas de pagamento previstas para saque nos canais de pagamento.
Se algum desses passos não funcionou ou se a solicitação apresentou algum erro e não foi realizada com sucesso, é possível entrar em contato por telefone com a Agência do Trabalhador mais próxima para resolver a situação.

Leia Também:  Educação alerta sobre documento falso circulando nas redes sociais

 

Via: AEN.

COMENTE ABAIXO:

Cidades

Educação alerta sobre documento falso circulando nas redes sociais

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (SEED) informa que circula na internet um documento não oficial sobre o protocolo para retorno das aulas presenciais. O material divulgado, que tem trazido confusão entre os pais de alunos, estabelece uma série de critérios que não constam no documento original.

O termo original de retorno não expõe alunos, professores e as famílias diante do novo coronavírus. Também não repassa a responsabilidade do envio do aluno à família. A versão correta está no site da SEED e pode ser consultada AQUI.

 

VIA: AEN.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Romaneli visita obras de pavimentação e entrega retroescavadeira em Japira
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020