14.5 C
Wenceslau Braz

Projeto de vereador, a ética jornalística e a publicidade da notícia

- Advertisement -

Na sua opinião, qual o papel da imprensa regional? Divulgar as informações sobre o andamento da vacinação? Trazer as atualizações do trânsito, dos bairros, do tempo e do cotidiano das pessoas? Dar a triste notícia do aumento dos óbitos pela Covid-19 e o caos instaurado nos hospitais? Dar transparência aos atos públicos e deixar a população informada quanto ao desenvolver político da sua cidade? A resposta correta é sim para todas as perguntas.

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP. ENTRE NO GRUPO

- Advertisement -

Um veículo de comunicação, seja ele jornal, rádio ou TV, está em busca justamente dessas informações para torna-las públicas e colaborativas para o cidadão. O papel da imprensa é justamente esse, noticiar ao leitor, ouvinte ou telespectador, aquilo que ele não sabe e que gostaria de saber.

Entretanto, ter noticiado o ato público praticado pelo vereador Khauffmann Heronides Machado, o Khaufinho, eleito no ano passado para o seu primeiro mandato em Wenceslau Braz, é justamente informar ao leitor algo que ele quer saber, primeiro pela informação, segundo pelo ato público. Deixar o trâmite seguir apenas internamente, entre câmara e vereador, no mínimo seria obstrução de notícia.

Contudo, a matéria publicada pela Folha nesta quarta-feira (24), respeitou todos os critérios técnicos e éticos do bom jornalismo, destacando pronunciamentos fiéis e verídicos de cada envolvido, excluindo desta forma, qualquer opinião ou pré-julgamento por parte do jornal. Ter publicado a notícia no portal, bem como nas redes sociais, não expõe a opinião pessoal dos editores, mas respeita apenas as etapas da publicidade noticiosa, afinal o que está em discussão é o projeto do político e não a honra do homenageado.

Exclui-se portanto, qualquer possibilidade de direcionamento de foco, assim como descarta qualquer possibilidade de desrespeito a quaisquer que sejam, os nomes envolvidos. A Folha Extra reafirma a sua ética jornalística e reitera o seu respeito a José Bassani, ancião da Congregação Cristã do Brasil em Wenceslau Braz, por mais de 40 anos, falecido no mês passado.

- Advertisement -

MAIS NOTÍCIAS