conecte-se conosco


REFORÇO

Assembleia destinou mais de R$ 200 milhões para saúde, educação e manutenção da economia durante a pandemia

Publicados

em

Foto: DIvulgação ALEP

A Assembleia Legislativa do Paraná já destinou, no ano de 2020, R$ 203,7 milhões ao Governo do Estado para que setores essenciais pudessem manter suas atividades e dar o suporte necessário para os paranaenses enfrentarem a pandemia do coronavírus. A prioridade foi para a saúde, mas a educação e a manutenção de projetos importantes para o estado também foi possível graças à contribuição do Legislativo.

O maior repasse foi formalizado junto ao Governo do Estado na última segunda-feira (03). A Assembleia garantiu R$ 100 milhões para a compra de vacinas contra a Covid-19 assim que o produto estiver disponível no mercado.  “Esse gesto é uma demonstração de respeito ao momento que o Paraná está vivendo de pandemia. É uma medida que visa cuidar da vida dos paranaenses”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB).

Também foram disponibilizados pela Assembleia Legislativa do Governo do Estado R$ 37,7 milhões para a manutenção da estrutura hospitalar para atendimento da população e apoio aos municípios. O valor foi suficiente para o custeio de 600 leitos de UTI e outros 900 leitos de enfermaria. Também foi realizada a compra de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) que foram distribuídos aos municípios.

Mais R$ 2,5 milhões, também devolvidos ao Governo do Estado, foram destinados para a compra de equipamentos e mobiliários para o novo Hospital Erastinho em fase final de construção. O Hospital é uma nova unidade médico-hospitalar vinculada ao Hospital Erasto Gaertner de Curitiba destinada ao combate do câncer infantojuvenil. Projetado para atender exclusivamente crianças e adolescente, o espaço de 4,8 mil metros quadrados proporcionará um atendimento ainda mais humanizado. Serão 50 leitos, sendo sete de UTI e outros cinco exclusivos para transplante de medula óssea, que devem entrar em funcionamento gradativamente a partir de agosto.

Outros R$ 50 milhões foram destinados para a manutenção do programa de recuperação das estradas do Paraná. O recurso garantiu a continuidade de obras importantes para o estado e também a manutenção de emprego e renda aos trabalhadores. Mais R$ 12 milhões foram devolvidos aos cofres do Estado e serão utilizado para a obra da Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, em Matinhos. A compra de equipamentos para que universitários possam acompanhar as aulas on-line será efetivada graças ao repasse de R$ 1,5 milhão.

Leia Também:  Com apoio do Estado, C.Vale vai investir R$ 552 milhões em Palotina

Todos esses investimentos em setores primordiais para o desenvolvimento do estado e assistência aos paranaenses foi possível devido à economia de recursos do orçamento da Assembleia Legislativa. “A Assembleia tem feito uma gestão correta, eficiente e com todo zelo pelo dinheiro público. Eu tenho também que valorizar a atuação do meu segundo secretário, deputado Gilson, e do primeiro secretário, deputado Romanelli, que é mão de ferro, que trabalha com rigidez, faz as economias necessárias e zela pelo dinheiro público. Portanto, é fruto de um trabalho de organização e planejamento”, destacou Traiano.

Romanelli agradeceu o apoio de todos os parlamentares às medidas adotadas para que fosse possível destinar os recursos para atender os paranaenses. “Nós temos, nesta legislatura, a honra e a responsabilidade de fazer a gestão financeira da Assembleia Legislativa e nós temos conseguido, com austeridade e graças ao apoio de todos os deputados e deputadas estaduais, reduzir de fato os gastos do Poder Legislativo”.

 

Paraná Mais Cidades

A parceria da Assembleia Legislativa do Paraná e do Governo do Estado não é novidade. Em 2019, o repasse de R$ 209 milhões para o Programa Paraná Mais Cidades garantiu investimentos nos 399 municípios do Paraná. O programa fomenta o desenvolvimento das cidades por meio de investimentos e assistência a administração municipal.

Leia Também:  No último dia de convenções, Arapoti tem mais um candidato a prefeito anunciado

Foram protocolados 3.572 projetos. Desse total, 1.715 (48%) estão pagos ou entregues, 1.572 (44%) estão garantidos aguardando apenas a liberação de projeto ou de pagamento e 285 (8%) aguardam documentação ou projeto.

COMENTE ABAIXO:

POLÍTICA REGIONAL

Vereadores protagonizam confusão durante Audiência Pública na Câmara de São José da Boa Vista

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

Presidente da casa arrumessou contra o chão o aparelho celular de um dos vereadores e vídeo viralizou nas redes sociais

 

Uma Audiência Pública realizada na Câmara de Vereadores de São José da Boa Vista e que tinha como objetivo discutir o valor dos salários dos servidores públicos para o período de 2021 a 2024, terminou em confusão na noite da última segunda-feira (21) após o presidente da casa jogar no chão o celular de um dos vereadores.

No vídeo, é possível observar que o clima estava tenso quando Neuri José dos Santos, responsável pela contabilidade da prefeitura, falava na sessão. Em dado momento, o vereador Jovane de Oliveira se aproxima com o celular, aparentemente filmando, do vereador Valdemir Thomaz de Aquino e acaba tendo o aparelho tomado pelo presidente casa que, em seguida, arremessa o celular no chão.

Segundo publicado pelo portal Banda B, Neuri havia criticado a aprovação de alguns projetos que teriam acontecido “na calada da noite”, enquanto o vereador Jovane apoiava o discurso e fazia cobrança de explicações ao vereador Valdemir sobre as votações.

Em nota, a assessoria da Câmara de Vereadores informou que a atitude de Neri, responsável pela contabilidade da prefeitura, é questionável e tem caráter eleitoreiro. Ainda de acordo com o documento, a Câmara nega que projetos tenham sido aprovados “na calada da noite” e que os mesmos foram aprovados por todos os parlamentares com placar de sete a zero. O texto ainda reconhece que o presidente da Casa de Leis assumiu ter tomado e jogado o celular e que o fez por estar sendo filmado e criticado, sentindo-se então desacatado.

Leia Também:  Proposta que autoriza o funcionamento de até 200 Colégios Militares no Paraná avança na CCJ

 

Informações: Banda B.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020