30.3 C
Wenceslau Braz

Com reajuste, Paraná mantém o maior salário mínimo do país

Neste ano, o piso vai variar entre R$ 1.617,00 e R$ 1.870,00, conforme a categoria profissional

Governador apresenta à diretoria da TCP projetos para ampliar exportações em Paranaguá

O governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu nesta segunda-feira (24) com a diretoria da empresa Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) para apresentar...

Lula e Sérgio Moro sobem o tom a nove meses da eleição

Os pré-candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Sérgio Moro (Podemos) subiram o tom na troca de ataques por meio de...

Moro testa negativo para covid-19 e retoma agenda de campanha

O ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro (Podemos) confirmou nesta quinta, 20, via redes sociais, que testou negativo para covid-19. Apesar do resultado, o pré-candidato...

Governo lança projeto para introduzir colmeias de abelhas nativas sem ferrão em parques

O governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou nesta quinta-feira (20) um programa para a instalação de colmeias de abelhas nativas sem ferrão nos parques...

Presidente do TJPR é condecorado pela Presidência da República

Nesta quarta-feira (19/10), foi publicado, no Diário Oficial da União, Decreto admitindo o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), desembargador José Laurindo de Souza...
PorAEN
- Advertisement -

O Paraná continuará com o maior salário mínimo regional do País em 2022. Os valores foram definidos pelo Conselho Estadual de Trabalho, Emprego e Renda (Ceter). Com reajuste de 10,06% (o que equivale a 100% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC), o piso vai variar entre R$ 1.617,00 e R$ 1.870,00, conforme a categoria profissional.

O salário mínimo regional é uma referência para a negociação das categorias sindicalizadas e uma garantia para aquelas que não têm sindicato ou acordos e convenções coletivas de trabalho. A medida vale exclusivamente para os empregados que não tenham piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho.

- Advertisement -

O piso salarial será reajustado por atividade profissional. Na categoria 1 (trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca), o valor sobe dos atuais R$ 1.467,00 para R$ 1.617,00; na seguinte, de trabalhadores de serviços administrativos, vendedores do comércio e reparação e manutenção, de R$ 1.524,00 para R$ 1.680,00; na outra (trabalhadores da produção de bens e serviços industriais), de R$ 1.577,00 para R$ 1.738,00; e na última (técnicos de nível médio), de R$ 1.696,00 para R$ 1.870,00.

A nova base salarial foi definida em consenso pelo Ceter, que é formado por representantes do Executivo, de seis federações do setor patronal e das seis principais centrais sindicais (representando os trabalhadores), e acompanha o cenário de retomada econômica no Paraná. No final do ano passado, a lei 20.877/2021, aprovada pelos deputados estaduais, possibilitou o aumento do piso salarial de acordo com a aplicação integral do INPC de 2021.

“O reajuste do piso é um compromisso do nosso governo em valorizar os trabalhadores e é feito de forma muito democrática”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Essa valorização vai aumentar o poder aquisitivo dos trabalhadores, se refletindo na retomada da economia. O salário mínimo do Paraná é um exemplo nacional”.

“Trabalhamos muito e conseguimos construir um consenso entre os trabalhadores, os empresários e o Governo do Estado”, acrescentou o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Segundo a chefe do Departamento do Trabalho e Estímulo de Renda da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, Suelen Glinski, a política de valorização do piso é definida de forma tripartite. “Reunimos os interesses dos representantes das centrais sindicais e federações patronais, com a mediação do Governo do Estado. Hoje o Paraná possui o maior piso regional do País e, com a nova regra definida, a previsão é a de que se mantenha como líder no ranking nacional”, disse

Agora, a minuta do decreto que institui a mudança segue para a Procuradoria-Geral do Estado e a Casa Civil, e em seguida o termo será assinado pelo governador Ratinho Junior. Os valores devem ser pagos retroativos ao dia 1º de janeiro.

VALORIZAÇÃO

Desde 2006, ano da criação, o salário mínimo regional do Paraná sempre foi estabelecido em patamares superiores aos do salário mínimo nacional (R$ 1.212,00). O reajuste no Estado utiliza o mesmo índice aplicado nacionalmente, baseado na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.

São quatro faixas salariais, que beneficiam técnicos de nível médio; trabalhadores de serviços administrativos do setor de serviços e vendedores do comércio em lojas e mercados; trabalhadores agropecuários, florestais, da caça e pesca; da produção de bens e serviços industriais; e de manutenção e reparo.

- Advertisement -

[the_ad id=”263755″]

MAIS NOTÍCIAS

Governador apresenta à diretoria da TCP projetos para ampliar exportações em Paranaguá

O governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu nesta segunda-feira (24) com a diretoria da empresa Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) para apresentar os projetos em andamento do...

Lula e Sérgio Moro sobem o tom a nove meses da eleição

Os pré-candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Sérgio Moro (Podemos) subiram o tom na troca de ataques por meio de declarações e publicações em rede...

Moro testa negativo para covid-19 e retoma agenda de campanha

O ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro (Podemos) confirmou nesta quinta, 20, via redes sociais, que testou negativo para covid-19. Apesar do resultado, o pré-candidato à Presidência da República afirmou...

Governo lança projeto para introduzir colmeias de abelhas nativas sem ferrão em parques

O governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou nesta quinta-feira (20) um programa para a instalação de colmeias de abelhas nativas sem ferrão nos parques urbanos do Estado. A ação...

Presidente do TJPR é condecorado pela Presidência da República

Nesta quarta-feira (19/10), foi publicado, no Diário Oficial da União, Decreto admitindo o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), desembargador José Laurindo de Souza Netto, no Quadro Suplementar da...

Estado pede ao governo federal mais ações para produtores prejudicados pela crise hídrica

O Governo do Paraná enviou nesta terça-feira (18) ofício (confira AQUI ) à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, com uma série de sugestões para minimizar a situação dos agricultores...

Assembleia Legislativa mantém restrições para minimizar disseminação do coronavírus

A Comissão Executiva da Assembleia Legislativa do Paraná decidiu manter as medidas restritivas de prevenção à Covid-19 no retorno às atividades que acontece nesta quarta-feira (19). O acesso aos...

Governo do Estado garante construção imóveis em 12 municípios da Região

O Governo do Estado publicou cinco novos editais de chamamento público para a construção de empreendimentos em áreas públicas de 25 municípios paranaenses. Os processos, geridos pela Cohapar, somaram-se...