conecte-se conosco

unopar

Política

MDB terá candidaturas a prefeito nas grandes cidades no Paraná

Publicados

em

 

O presidente estadual do MDB, João Arruda, confirmou nesta quarta-feira, 6, que o partido terá candidaturas próprias a prefeito nos 36 maiores colégios eleitorais do Paraná, o que inclui as cidades de Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel, São José dos Pinhais, Foz do Iguaçu, Colombo, Colombo, Guarapuava e Paranaguá.

“A nova executiva nacional garantiu apoio ao projeto do MDB do Paraná e vamos com candidaturas nas principais cidades do Estado. O MDB vai retomar seu protagonismo como gestor, com bons governos, nas cidades paranaenses”, disse João Arruda, pré-candidato a prefeito em Curitiba.

A executiva nacional, que passou a ser comandado pelo deputado Baleia Rossi (SP), também adiantou que vai priorizar as candidaturas do MDB nas capitais, entre elas, é claro, a capital paranaense. “Curitiba faz parte do projeto nacional do MDB para as eleições de 2022. O partido voltará a disputar a presidência e os governo estaduais”, adiantou João Arruda que foi reeleito como integrante da direção nacional do partido.

João Arruda defende a aliança do partido com o PDT e o PSB nas eleições municipais de 2020 e nas eleições de 2022. Esse campo de alianças, segundo o medebista, pode alcançar as duas próximas eleições (a prefeito e a vereador em 2020) e (deputado estadual, deputado federal, governador, senador e presidente em 2022). “É preciso definir o nosso campo (de alianças), dialogar com outros partidos, mas não podemos ficar isolados. Eu defendo a tese, sem olhar para trás com rancor ou ressentimento, que podemos estar alinhados em um projeto político junto com o PDT e PSB”.

Leia Também:  Com apoio de Alexandre Cury, vereadores conquistam retroescavadeira para Japira

“É que eu defendo um partido longe do palanque do ódio, que saiba planejar um futuro, que tenha humildade para reconhecer os erros e, sobretudo, (tenha) sabedoria”, completa.

João Arruda disse ainda que o partido precisa “renovar ideias, trazer novo fôlego para quadros (partidários)”. “Com a força de quem já combateu a ditadura, de quem tem história, mas que precisa seguir adiante”.

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Maia aguarda proposta do governo para debater prorrogação de auxílio

Publicados

em

Najara Araújo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse hoje (4) esperar uma proposta oficial do governo sobre a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por mais 60 dias, para então dar início ao debate sobre o tema no Parlamento.

O projeto aprovado no Congresso e sancionado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no início de abril, prevê o pagamento da renda mínima por três meses para trabalhadores informais, integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda.

“A gente sabe das dificuldades, entende a preocupação do governo e gostaria de ter uma posição oficial do governo. Que ele encaminhe a matéria ao Parlamento para que a gente possa fazer o debate transparente”, disse Maia.

O governo já sinalizou a possibilidade de estender mais duas parcelas do benefício, mas com valor reduzido. Durante coletiva, Maia disse que há um sentimento favorável por parte dos parlamentares para a prorrogação do auxílio, mas que precisa de uma proposta oficial do governo para iniciar os debates em torno dos recursos para a prorrogação do auxílio. Segundo Maia, é preciso debater o impacto fiscal da prorrogação junto com a equipe econômica.

Leia Também:  Prefeito de Jaguariaíva entrega prestação de contas referente ao I Quadrimestre de 2020

“Se dependesse dos parlamentares teria ao menos mais duas ou três parcelas no mesmo valor de R$ 600. Mas tem o impacto, ninguém está negando o impacto, nem o governo a necessidade de prorrogação do benefício”, disse. “Sabemos que existe um custo e a construção da manutenção do valor por algum período precisa estar baseada também em construir as condições de forma coletiva com a equipe econômica e com o parlamento”, acrescentou.

 

Via: Agência Brasil.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020