30.3 C
Wenceslau Braz

Ministro relaciona aumento de casos de covid-19 a festas de fim de ano

Governador apresenta à diretoria da TCP projetos para ampliar exportações em Paranaguá

O governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu nesta segunda-feira (24) com a diretoria da empresa Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) para apresentar...

Lula e Sérgio Moro sobem o tom a nove meses da eleição

Os pré-candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Sérgio Moro (Podemos) subiram o tom na troca de ataques por meio de...

Moro testa negativo para covid-19 e retoma agenda de campanha

O ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro (Podemos) confirmou nesta quinta, 20, via redes sociais, que testou negativo para covid-19. Apesar do resultado, o pré-candidato...

Governo lança projeto para introduzir colmeias de abelhas nativas sem ferrão em parques

O governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou nesta quinta-feira (20) um programa para a instalação de colmeias de abelhas nativas sem ferrão nos parques...

Presidente do TJPR é condecorado pela Presidência da República

Nesta quarta-feira (19/10), foi publicado, no Diário Oficial da União, Decreto admitindo o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), desembargador José Laurindo de Souza...
- Advertisement -

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou hoje (12) que o recente aumento do número de casos de covid-19 no país está relacionado às festas de fim de ano, o que, segundo ele, não foi algo estimulado pelo governo federal. Segundo Queiroga, ainda nesta semana, o governo apresentará a posição oficial sobre uma “eventual política para a aprovação dos autotestes”, o que poderá ampliar a capacidade de testagem por meio de exames a serem adquiridos em farmácias.

Queiroga disse que, em reunião ontem (11) com o ministro da Economia, Paulo Guedes, obteve garantias de que não faltará suporte para estados e municípios, se aumentar a pressão sobre o sistema hospitalar e for preciso habilitar mais leitos de terapia intensiva. “Ele [Guedes] deixou claro que saúde e economia têm de andar de braços dados”, resumiu Queiroga.

- Advertisement -

Sobre o recente aumento do número de pessoas contaminadas pela variante Ômicron, o ministro confirmou que as unidades básicas de saúde (UBSs) vêm recebendo número maior de pacientes. “Isso é fruto das festas de final de ano, que não foram estimuladas pelo governo federal”, afirmou.

Queiroga lembrou que o Brasil conta com 58 mil UBSs e 53 mil equipes de saúde da família, e que, com a ampliação orçamentária, de R$ 17 bilhões para R$ 25 bilhões, o país terá condições de enfrentar a pandemia. Ele reiterou que o vírus está sofrendo mutações e criando dificuldades no mundo inteiro e que, nesse sentido, a principal ação deve ser a campanha de vacinação visando à ampliação da dose de reforço. “Sabemos que os indivíduos que não têm o esquema vacinal completo têm mais chances de desenvolver formas graves da doença.”

O  ministro alertou, no entanto, que, para o sucesso desse enfrentamento, é necessária a colaboração de estados e municípios, principalmente com relação ao avanço nas aplicações da segunda dose e da dose de reforço. Queiroga chamou a atenção para a situação de alguns estados, principalmente da Região Norte, onde os níveis de aplicação da vacina estão baixos. “Há estados lá com baixo nível de aplicação de segunda dose e da dose de reforço. É preciso ampliar no Pará, Maranhão, Amapá, em Roraima e no Tocantins e em Manaus. No Pará assistimos ao aumento no número de hospitalizações e óbito.”

Queiroga disse que assiste-se ao aumento do número de casos, mas ressaltou que ainda não há pressão sobre os estados. “O número de óbitos ainda está em patamar aceitável, se é que se pode aceitar óbito. Estamos ampliando os testes. Em janeiro, vamos distribuir 28 milhões de testes rápidos, sendo 13 milhões até o dia 15. Em fevereiro, temos perspectiva concreta de 7,8 milhões de testes”, acrescentou.

Autotestes

De acordo com Queiroga, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) consultou o ministério sobre uma “eventual política para aprovação dos autotestes”, neste momento em que é necessário aumentar a capacidade de testagem. “O autoteste é uma iniciativa que pode se somar ao esforço do poder público de maneira geral. Nesta semana, com certeza, teremos a resposta [para essa questão]”, afirmou.

Na avaliação do ministro, a expertise adquirida durante os períodos de pico da pandemia ajudará a evitar problemas como os ocorridos anteriormente, de falta de fornecimento de oxigênio nos hospitais. “Temos agora uma estrutura maior e melhor capacidade de distribuição. Se houver pressão sobre o sistema de saúde na Região Norte, o preparo hoje é maior”, disse.

- Advertisement -

[the_ad id=”263755″]

MAIS NOTÍCIAS

Governador apresenta à diretoria da TCP projetos para ampliar exportações em Paranaguá

O governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu nesta segunda-feira (24) com a diretoria da empresa Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) para apresentar os projetos em andamento do...

Lula e Sérgio Moro sobem o tom a nove meses da eleição

Os pré-candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Sérgio Moro (Podemos) subiram o tom na troca de ataques por meio de declarações e publicações em rede...

Moro testa negativo para covid-19 e retoma agenda de campanha

O ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro (Podemos) confirmou nesta quinta, 20, via redes sociais, que testou negativo para covid-19. Apesar do resultado, o pré-candidato à Presidência da República afirmou...

Governo lança projeto para introduzir colmeias de abelhas nativas sem ferrão em parques

O governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou nesta quinta-feira (20) um programa para a instalação de colmeias de abelhas nativas sem ferrão nos parques urbanos do Estado. A ação...

Presidente do TJPR é condecorado pela Presidência da República

Nesta quarta-feira (19/10), foi publicado, no Diário Oficial da União, Decreto admitindo o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), desembargador José Laurindo de Souza Netto, no Quadro Suplementar da...

Estado pede ao governo federal mais ações para produtores prejudicados pela crise hídrica

O Governo do Paraná enviou nesta terça-feira (18) ofício (confira AQUI ) à ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, com uma série de sugestões para minimizar a situação dos agricultores...

Assembleia Legislativa mantém restrições para minimizar disseminação do coronavírus

A Comissão Executiva da Assembleia Legislativa do Paraná decidiu manter as medidas restritivas de prevenção à Covid-19 no retorno às atividades que acontece nesta quarta-feira (19). O acesso aos...

Governo do Estado garante construção imóveis em 12 municípios da Região

O Governo do Estado publicou cinco novos editais de chamamento público para a construção de empreendimentos em áreas públicas de 25 municípios paranaenses. Os processos, geridos pela Cohapar, somaram-se...