conecte-se conosco


NO PARANÁ

Líderes de Poderes se unem para adotar medidas para conter o avanço do coronavírus

Publicados

em

 

.

A criação de um comitê permanente para a adoção de medidas conjuntas para conter o avanço do coronavírus no Paraná foi o resultado de uma reunião na manhã desta quinta-feira (19) que reuniu, no Palácio Iguaçu, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Adalberto Xisto Pereira, o procurador geral de Justiça Ivonei Sfoggia e a diretora-geral do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), Luciane Gonçalves Franco. Também presente, o primeiro secretário da Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB).

“Foi uma reunião importante para sabermos as ações que o governador está implantando e que pretende implantar futuramente. Esse comitê permanente entre os Poderes vai permitir que estejamos em contato constante para tomarmos decisões em conjunto para enfrentar essa crise que o estado e país está passando em razão do coronavírus”, disse Traiano.

O governador apresentou todas as medidas que estão sendo tomadas para controlar a circulação do coronavírus no Estado e explicou que a intenção do conjunto de líderes é encontrar as melhores soluções para que a população paranaense seja minimamente impactada pela doença, tanto em questões de saúde quanto em aspectos econômicos. “Vamos trabalhar juntos para que o prejuízo seja o menor possível para a sociedade”, afirmou o governador.

Leia Também:  MULHERES NA POLÍTICA: Elas estão em alta

Durante a reunião ficou estabelecido que os Poderes se encontrarão semanalmente para uma avaliação da situação.

“Todos nós precisamos estar imbuídos de um único ideal: prevenir a propagação do vírus. O Poder Judiciário está ao lado do Poder Legislativo e do Poder Executivo. Faremos o possível para que essa crise passe logo”, destacou o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), desembargador Adalberto Xisto Pereira.

Presenças – Participaram da reunião a procuradora-geral do Estado, Letícia Ferreira; o secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia; além do deputado estadual Tiago Amaral (PSB).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Romanelli requer isenção de tarifas de água e luz para hospitais no Paraná

Publicados

em

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) solicitou nesta segunda-feira, 23, ao governador Ratinho Júnior a isenção do pagamento de tarifas de água e energia elétrica de hospitais e congêneres de saúde por 120 dias. A medida reforça o enfrentamento da pandemia do coronavírus como preconizado pela Organização Mundial da Saúde. O requerimento foi assinado conjuntamente por 33 deputados de diferentes partidos.

Romanelli diz que a isenção se faz necessária tendo em vista o aumento considerável nos custos dos hospitais e entidades. “Água e luz são suprimentos de necessidade básica para a manutenção e funcionamento das unidades de saúde. Em meio à pandemia desta abrangência mundial, o Estado tem de garantir que esse custo não afete o atendimento à população”, disse o deputado no requerimento.

Segundo o Ministério da Saúde, as infecções por coronavírus devem disparar no Brasil entre abril e junho, o que deve tensionar o sistema de saúde. Romanelli reforça que a isenção desses custos permitirá que as entidades, muitas sem fins lucrativos, sigam com seus serviços.

“Boa parte dos hospitais que atendem pelo SUS no Paraná não tem fins lucrativos e serão os que mais receberão pacientes nesta crise. Nosso requerimento vai no sentido de garantir que suas operações sigam normalmente e que isso não se torne um problema no futuro para essas estruturas tão essenciais”, completa.

Leia Também:  Encontro regional do PMDB leva Requião e deputados a Ibaiti

Coronavírus 

O requerimento soma-se a outras medidas que estão sendo tomadas pelo legislativo paranaense. Em sessão remota realizada nesta segunda-feira, a Assembleia Legislativa aprovou o projeto de decreto legislativo que reconhece a ocorrência de estado de calamidade pública no Paraná até 31 de dezembro de 2020. O pedido foi feito pelo governador Ratinho Júnior.

Segundo boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde foram confirmados 60 casos do Covid-19 no Paraná em 12 cidades do estado. Outros 159 casos foram descartados e 1519 seguem em investigação.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020