conecte-se conosco


PROJETO

Ratinho propõe suspender reajuste do funcionalismo

Publicados

em

Foto: Reprodução/Internet

Segunda parcela de reposição de atrasados seria paga em janeiro de 2021. Índice seria de 1,5%

 

O governador Ratinho Jr. (PSD) enviou para a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nesta quarta-feira (8) um projeto que suspende o reajuste salarial de todo o funcionalismo paranaense. O índice de 1,5%, que já estava negociado, fazia parte de um parcelamento definido para suspender a última greve da categoria.

A proposta chegou como emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem, e terá de ser discutida nas comissões e no plenário da Assembleia. Ratinho, porém, conta com ampla maioria dos deputados estaduais.

Na justificativa da mensagem, que foi lida em plenário na sessão desta quarta, o governo diz que a pandemia prejudicou o caixa do Estado. Com o isolamento social, teria havido redução na atividade econômica e, por consequência, arrecadação menor de tributos, especialmente do ICMS, parte importante da receita estadual.

O governo do Paraná tem negado reajustes e reposições regularmente ao funcionalismo nos últimos anos, desde o segundo mandato de Beto Richa (PSDB). No ano passado, depois de uma longa negociação, Ratinho aceitou parcelar pelo menos 5% dos 18% que havia de defasagem Os primeiros 2% foram aplicados em janeiro passado.

Leia Também:  “Estão abusando dos paranaenses”, diz Romanelli sobre aumento da tarifa de pedágio

 

Via: Plural Notícias.

COMENTE ABAIXO:

Política

Governo quer atrair mais investimentos produtivos para os municípios

Publicados

em

Foto. Divulgação AEN.

O Governo do Paraná quer atrair mais investimentos produtivos para os municípios, a fim de incrementar a oferta de emprego e renda localmente, segundo afirmou o vice-governador Darci Piana nesta quinta-feira (22) no Fórum Invest. O evento foi online e apresentou a prefeitos e secretários municipais as ações da Invest Paraná, agência estadual responsável pela prospecção de novos negócios e atração de empresas.

O objetivo é atrair novos recursos privados por meio da parceria do Estado com os municípios. “Queremos descentralizar os investimentos e facilitar a instalação de empresas em todas as regiões do Paraná”, afirmou Piana.

Durante a reunião, os técnicos da Invest Paraná destacaram alterações no programa de incentivos fiscais para garantir maior competitividade a empresas paranaenses. Entre as modificações estão a prorrogação do prazo para que empresas que atuam exclusivamente no e-commerce possam pleitear o benefício de crédito presumido e o tratamento tributário diferenciado para as empresas que operam pelos portos e aeroportos paranaenses – crédito presumido nas operações de saídas dos produtos.

O diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin explicou que um calendário de reuniões mensais com os prefeitos será criado para facilitar e antecipar a troca de informações. “A pandemia nos trouxe a preocupação de antecipar as informações. É preciso entender as regiões, ser ágil e transparente com os empresários e viabilizar os investimentos”, disse.

 

Leia Também:  Regulamentação de testes de covid-19 em farmácias é sancionada

BALANÇO

Segundo o balanço da Invest Paraná, desde 2019, já foram encaminhados 131 protocolos para análise de enquadramento de empreendimentos no programa de incentivo do Governo, com investimentos somados de R$ 16,3 bilhões e potencial de geração de 42 mil empregos. O Estado já atraiu cerca de R$ 20 bilhões em investimentos desde o ano passado, com a capacidade de criação de quase 63 mil postos de trabalho

 

PRESENÇAS

Participaram da reunião o secretário de Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge; o diretor de relações internacionais da Invest Paraná, Giancarlo Rocco; o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Darlan Scalco; além de prefeitos e secretários municipais.

 

VIA: AEN.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020