conecte-se conosco

unopar

Política

Reformulação otimiza distribuição de vagas em Agência do Trabalhador de W. Braz

Publicados

em



O cidadão de Wenceslau Braz que procura emprego tem na Agência do Trabalhador do município um grande aliado. O local, que passou por uma ampla reformulação em 2017, tem atuado como mediador para o preenchimento de vagas abertas, direcionando candidatos que atendam o perfil exigido pelo empregador e até marcando entrevistas de emprego.

Desta forma, neste ano de grandes índices de desemprego em todo o país, a Agência do Trabalhador tem mostrado à população regularmente vagas abertas de emprego que surgem com relativa frequência em Wenceslau Braz.

Nesta semana, por exemplo, foram abertas seis novas vagas: uma para motorista, uma para diarista, uma para atendente de telemarketing e outras três para vendedor.

“Nossa Agência do Trabalhador tem desempenhado um papel fundamental para a colocação profissional de muitas pessoas. É um orgulho para nós no primeiro ano conseguir trazer essa evolução para o município e beneficiar diretamente tantas pessoas”, destaca o prefeito de Wenceslau Braz, Paulo Leonar (PDT).

“Temos que agradecer ao nosso secretário da Indústria e Comércio, o Gílson, e todo o pessoal da Agência do Trabalhador, que fazem um trabalho exemplar. Vamos continuar dando todo o suporte para que este trabalho possa ser cada vez mais aperfeiçoado”, continua o prefeito.

Leia Também:  Paraná se consolida como exemplo no combate a pandemia, diz Traiano

 

COMO AGIR?

Se você procura uma oportunidade de emprego, o primeiro passo é procurar pessoalmente a Agência do Trabalhador com os documentos pessoais. Lá fará um cadastro e quando surgir uma vaga que encaixe procure pelo seu perfil, a agência irá intermediar uma entrevista com o possível futuro empregador.

 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Paraná se consolida como exemplo no combate a pandemia, diz Traiano

Publicados

em

Foto: Divulgação.

“O Paraná se tornou uma referência positiva em meio a tragédia do coronavírus. Graças a uma combinação de ações eficazes do governo do Estado, a boa estrutura do nosso sistema de saúde, e a presteza do Legislativo em aprovar projetos inovadores, além da adesão, pela maior parte paranaenses, a essas medidas de prevenção e combate à doença. Isso tudo vem garantindo a nosso Estado os mais baixos números de contaminação e de óbitos em relação a população no país”. A declaração foi feita hoje (20) pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), ao comentar o agravamento dos números da pandemia no Brasil que colocaram o país entre os que tem o maior número de infectados pela Covid-19 no mundo.

O Brasil atingiu o terceiro lugar em número de infecções, com 271.885 contaminados e 17.983 mortes. O Paraná contabiliza 2.481 casos de contaminação e 129 óbitos. “Os resultados diferenciados do nosso Estado não são casuais”, diz Traiano. “Nossa Assembleia, por exemplo, desde o início da crise do coronavírus, assumiu uma posição de liderança. Fomos o primeiro Legislativo a usar sessões remotas, tomamos a iniciativa de transferir R$ 37,7 milhões de um fundo de modernização do Parlamento para o governo do Estado combater a pandemia. Proibimos o corte de luz, água e gás enquanto durar o surto do covid-19, o que representa uma medida humana e também de grande relevância sanitária. O Paraná foi o primeiro Estado a adotar, o uso obrigatório de máscaras em qualquer espaço público. Essa iniciativa da Assembleia paranaense vem sendo adotada agora no Brasil inteiro. Estão sendo aprovadas ou tramitando novas iniciativas que logo deverão ser adotadas em outros Estados”, destacou Traiano.

Leia Também:  Aeroporto Internacional Afonso Pena terá nova pista

Entre elas citou a aprovação de projeto que obriga o fornecimento, em banheiros públicos, de ‘dispenser’ com antisséptico  para assentos sanitários em banheiros coletivos. “Uma medida simples, barata, que pode ter impacto importante na prevenção da doença”, disse Traiano. “Também está tramitando na casa um projeto, do qual sou um dos autores, que torna obrigatória tomar a temperatura corporal para permitir o ingresso em órgãos da administração pública e estabelecimentos de uso coletivo”. O deputado disse que a eficácia dessas iniciativas só se viabilizou graças a ação do governo do Estado, que sancionou rapidamente esses projetos e da maioria da população que aderiu a essas iniciativas. “É importante, não relaxar”, enfatiza. “Esse vírus é muito perigoso, incrivelmente traiçoeiro. Precisamos que todos se mantenham mobilizados”.

Via Alep.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020