17.2 C
Wenceslau Braz

Vereador apresenta projeto para suspender corte de água e luz em Arapoti

Objetivo é evitar a interrupção do fornecimento de agua e energia elétrica nas vésperas de feriados e fins de semana para que o cidadão não seja pego de surpresa

Na sessão ordinária nesta segunda-feira (07), na sede do Poder Legislativo de Arapoti, o vereador Maicon Jean Pot (Solidariedade) apresentou o projeto de Lei nº 2248/2021, que tem como objeto a proibição de corte dos serviços de energia elétrica e água dos inadimplentes na cidade de Arapoti em datas que antecedem finais de semana ou feriados.

- Advertisement -

Segundo a justificativa do projeto, fica proibido as concessionárias de energia elétrica e água de fazer a suspensão ou corte dos serviços entre as 12h00 da sexta-feira as 08h00 da segunda-feira seguinte. A medida também vale para vésperas de feriados.

Fica o Executivo municipal autorizado a regulamentar por decreto a forma e sanções a serem aplicadas as concessionárias no caso de descumprimento da lei.

- Advertisement -

No uso da palavra, o autor vereador Maicon Jean Pot, explicou a importância da aprovação desta lei em favor da população. “O projeto de lei tem como objetivo evitar a interrupção do fornecimento de água e energia elétrica nas vésperas de feriados e fins de semana, por que na sexta feira ou nas vésperas de feriados, a pessoa é pega desprevenida e muitas vezes não há tempo hábil para o consumidor correr e pagar a fatura e ainda solicitar o restabelecimento dos serviços no mesmo dia, causando grandes prejuízos, como no caso de alimentos por falta de refrigeração, e lhe trazendo lhes transtornos. Peço o apoio de todos para ajudarmos a população”, pontuou Maicon.

“Assim, demonstrando mais uma vez que independente de quem proponha, o meu voto sempre será favorável a tudo que venha beneficiar a comunidade e contrario quando vier para prejudicar, não sou como uns vereadores que foram contra meu projeto na semana passada” – Wesley Carneiro Ulrich

O vereador Lorival Aparecido Modesto de Oliveira, Buika (PSL), se posicionou favorável ao projeto, também lembrando dos diabéticos e da importância para armazenar a insulina. “Acho que na região não existe um projeto assim, parabéns, até por que temos que pensar no grande número de diabéticos existentes, que precisam da geladeira para conservar a insulina, imagine o prejuízo para essas pessoas que necessitam manter esse remédio em uma temperatura controlada. O ex-presidente [Lula] fez uma lei federal que diz que onde tiver uma casa tem que ter luz, onde tiver uma casa tem que ter água. A Sanepar por causa da pandemia do Covid-19 parcela os débitos em até 60 meses para os inadimplentes, a Copel não sei se é assim também, mas se não for deveria ser da mesma forma por que tanto a Sanepar e Copel é do Governo, se é do Estado é do povo” concluiu Buika.

O vereador Jorge de Oliveira Trindade (PSDB), também usou do microfone para parabenizar o companheiro da Casa de Leis pelo projeto de importância a população e manifestar o voto favorável. “Quero destacar a preocupação do vereador Maicon, pois nesse período pandêmico, muitas famílias são surpreendidas com a suspensão, inclusive, em vésperas de feriados prolongados, como este da semana passada, lhes gerando um transtorno gigante, fora muitas famílias perdendo alimentos por falta de energia elétrica por vários dias consecutivos. Parabéns por trazer esta diretriz federal para nossa cidade, que após aprovado seja dado publicidade a este ato para que os cidadãos tenham conhecimento de seus diretos”, finalizou Jorginho.

Vereador Lelo
Não sou como uns vereadores que foram contra meu projeto na semana passada” – vereador Lelo Ulrich – Foto: Reprodução Youtube

Já o vereador Wesley Carneiro Ulrich, o Lelo (PSD), alfinetou os demais pares e se mostrou favorável ao PL em prol da população. “Eu sou favorável a este projeto, que ajuda a população, existe uma lei federal que ampara esse PL. Assim demonstrando mais uma vez que independente de quem proponha o meu voto sempre será favorável a tudo que venha beneficiar a comunidade e contrario quando vier para prejudicar. Não sou como uns vereadores que foram contra meu projeto na semana passada”, Conclui Lelo.

O Projeto foi votado e aprovado por todos os vereadores em primeira votação e segue agora para segunda discussão e votação.

- Advertisement -

Deixe uma resposta

MAIS NOTÍCIAS