5.4 C
Wenceslau Braz

Vereadores e secretários se reúnem para debater melhorias no trânsito de Arapoti

Além do encontro com os representantes do Executivo municipal nesta terça-feira, na semana passada vereadores aprovaram projeto que proíbe corte de água e luz em véspera de feriados e finais de semana

A Câmara de vereadores do município de Arapoti segue atuante em diferentes áreas buscando atender as demandas da população. Nesta terça-feira (15), os parlamentares estiveram reunidos com o secretário municipal de Infraestrutura para tratar de assuntos relacionados ao trânsito da cidade. Já na semana passada, os vereadores aprovaram um projeto que proíbe o corte de luz e água em vésperas de feriados ou finais de semana e também receberam representantes da comunidade para elaboração do PPA 2022-2025.

- Advertisement -

Na manhã desta terça-feira, os vereadores Maicon Pot, Maiquel Alberts, Edilson Corsini e Lelo Ulrich estiveram reunidos com o Secretário de Infraestrutura, Andreson Wolters, e com o engenheiro Reginaldo Felisbino. Foram debatidos assuntos relacionados ao trânsito da cidade de Arapoti, incluindo a situação dos semáforos. O grupo também discutiu sobre o andamento do Contorno Sul e sobre a situação das pontes da zona rural.

- Advertisement -

O presidente da Casa de Leis, vereador Edilson Corsini (DEM), falou sobre o encontro. “A conversa direta com a equipe do Executivo permite aos vereadores tirarem dúvidas, conhecer o andamento dos diversos setores e colocar sugestões, buscando a solução conjunta de problemas da cidade”, disse o parlamentar.

Já na noite da última quarta-feira (09), a Comissão de Finanças e Orçamento (CFO) recebeu representantes da comunidade arapotiense na Audiência Pública de elaboração do PPA 2022-2025. O objetivo do encontro é conhecer as demandas das associações, ONG’s, entidades e dos cidadãos, antes da elaboração do Plano Plurianual, um planejamento orçamentário de médio prazo que vai estabelecer diretrizes e prioridades de investimento municipal.

Na mesa principal dos trabalhos estavam os vereadores que compõem a Comissão, Maiquel Alberts (DEM), na presidência da Audiência, Maicon Pot (SD) e Dikinho (PODEMOS), os Secretários Municipais de Planejamento, Ademir Moreira, e da Fazenda, Fábio Sampaio, e o contador da Prefeitura, Marcelo Brandão. Também estiveram presentes o Presidente da Casa, Edilson Corsini (DEM), e o vereador Buika (PSL).

Com limitação de público e seguindo os protocolos sanitários, a Comissão recebeu 11 solicitações formais de entidades do município. Entre os representantes que compareceram no evento, estavam presentes a APAE, Grupo Fada, Conselho Tutelar, PACAA, Associação Parque Histórico, Lar Recanto dos Idosos, Associação Amigos da Igrejinha, Nosso Cantinho, Associação Nova Geração, Associação de Moradores Jardim Aratinga, ASCAA, entre outros.

“Esse encontro com a comunidade é extremamente importante, pois é um momento de diálogo entre o Poder Público, entidades sociais e a população, que podem expor suas dificuldades e necessidades. Essas entidades prestam um serviço de grande valor para o município”, disse o Presidente da CFO, vereador Maiquel Alberts. “Aproveitamos a semana passada para convidar estes representantes pessoalmente e conhecer suas atividades, como a APAE e o Nosso Cantinho”, concluiu.

Aprovado

Na última sessão Ordinária (07), a Câmara aprovou em 1º turno o Projeto de Lei 2248/2021, de autoria do vereador Maicon Pot (SD), que, que proíbe o corte de serviços de água e energia elétrica pelas empresas concessionárias do município, por falta de pagamento, a partir das 12 horas em vésperas de finais de semana e feriado, até às 8 horas do próximo dia útil.

O Projeto passa ainda por mais uma votação na próxima segunda-feira (14), antes de seguir para sanção do Prefeito Municipal, que deve regulamentar a forma e as multas a serem aplicadas em caso de descumprimento.

“O projeto segue o código do consumidor e busca evitar que pessoas fiquem sem abastecimento de água e luz por longos períodos, já que as agências bancárias e as concessionárias ficam fechadas em feriados e finais de semana”, explicou o vereador Maicon. “Ficar sem esse serviço básico pode acarretar inúmeros prejuízos, como estragar alimentos por falta de refrigeração, danos à saúde ou não poder realizar hábitos saudáveis”, finalizou.

- Advertisement -

Deixe uma resposta

MAIS NOTÍCIAS