conecte-se conosco

unopar

Radar

Comerciante baleado durante assalto não morreu e se recupera no hospital

Publicados

em



Vítima se recupera após cirurgia em hospital de Ponta Grossa (Foto: Divulgação)

A Folha Extra vem por meio desta se retratar junto aos leitores com relação a publicação de uma matéria equivocada na edição da quinta-feira, 26 de dezembro de 2019, onde foi publicado o texto dando conta da morte de um jovem comerciante residente do município de Arapoti.

De acordo com as informações apuradas pela reportagem, na madrugada da segunda-feira, 23 de dezembro, o jovem comerciante Júlio Cesar, 19 anos, havia sido vítima de um disparo de arma de fogo ao reagir a um assalto em sua residência no momento em que buscava defender sua esposa dos criminosos.

A ocorrência foi registrada no bairro Jardim Ceres. O rapaz e sua esposa chegaram em casa após mais uma noite de trabalho em um trailer de lanches quando foram surpreendidos pelos criminosos. A dupla de assaltantes estava encapuzada e portava uma arma de fogo quando renderam a esposa de Júlio que, na tentativa de defender a mulher, entrou em luta corporal com um dos criminosos e acabou sendo atingido por um tiro no tórax. Em seguida, os suspeitos fugiram.

Leia Também:  Siqueira Campos registra segunda morte por coronavírus

Ao perceber que o marido havia sido ferido, a mulher pediu socorro aos vizinhos que acionaram o socorro. Júlio foi socorrido e encaminhado ao hospital 18 de Dezembro onde recebeu os primeiros socorros. Em seguida, devido ao seu estado de saúde, o rapaz foi transferido para um hospital em Ponta Grossa.

Ao contrário do que havia sido publicado anteriormente, felizmente Júlio resistiu ao ferimento e passa bem. Com isso, a Folha Extra vem se retratar com a vítima, familiares e amigos devido a publicação.

Policiais chegaram a realizar buscas pelos criminosos que teriam fugido em direção ao Rincão. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Nacional

Polícia faz maior apreensão de maconha da história do Brasil

Carreta transportava 28 toneladas de maconha em meio a carga de milho

Publicados

em

Carreta transportava 28 toneladas de maconha em meio à carga de milho Foto: Divulgação

Uma operação em conjunto da Polícia Federal de Ponta Porã e da delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Dourados realizou nesta terça-feira (20) a maior apreensão de maconha do Brasil em todos os tempos.

São 28 toneladas da droga que estavam sendo levadas para a cidade de São Leopoldo no Rio Grande do Sul. A apreensão aconteceu na rodovia MS 295 entre os municípios de Iguatemi e Tacuru na fronteira com o Paraguai de onde saiu a maconha.

Os policiais estavam em uma barreira quando abordaram o condutor de uma carreta Volvo com placas JAK 1C49 de Pelotas no Rio Grande do Sul e perceberam e sentiram o cheiro da droga. A carreta estava carregada com milho a granel e em meio a carga centenas de fardos de maconha que pesaram 28 toneladas e 20 quilos da droga se tornando a maior apreensão individual da história policial brasileira.

Segundo informações, o motorista e dono da carreta de 38 anos, morador em Garibaldi no interior gaúcho, disse que levaria a maconha para São Leopoldo e a nota de transporte de milho tinha como destino Farroupilha.

Leia Também:  Criminosos utilizam nome de prefeita para aplicar golpe

Fonte: Portal A Rede

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020