conecte-se conosco


VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Filho violento quebra residência e expulsa os pais de casa

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

Um rapaz foi preso na noite desta terça-feira (10) após causar transtornos e prejuízos para a própria família. A ocorrência foi registrada no município de Cornélio Procópio.

De acordo com informações da Polícia Militar, a equipe foi acionada por volta das 22h30 para prestar atendimento a uma ocorrência de violência doméstica registrada em uma residência situada no bairro Jardim Figueira. Diante do chamado, os policiais foram ao endereço averiguar a situação.

No local, os policiais foram informados por um casal que seu próprio filho havia quebrado portas e janela da residência, além de danificar um aparelho celular e uma televisão. Ainda segundo os relatos, as vítimas eram ameaçadas pelo suspeito e tiveram que deixar a própria residência e se abrigarem na casa de outra filha.

Frente aos relatos do casal, os policiais realizaram buscas e encontraram o suspeito, sendo que o mesmo já é conhecido no meio policial pelo envolvimento com tráfico de drogas. Durante a abordagem, o rapaz se mostrou alterado e teve de ser contido pelos policiais. Ele foi preso e as vítimas orientadas quanto aos procedimentos cabíveis ao caso.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Coordenadoria da Casa Civil realiza reunião para debater assuntos importantes para região
Propaganda

Cidades

Estudantes da rede estadual já podem baixar aplicativo para assistir às aulas EaD

Publicados

em

Foto: Ilustrativa - Reprodução/Internet

Os estudantes da rede estadual de Educação do Paraná já podem baixar o aplicativo Aula Paraná, por meio do qual poderão acompanhar a produção EaD da Secretaria do Estado da Educação e do Esporte (Seed), alternativa que será utilizada enquanto perdurar a crise do coronavírus no país. No aplicativo, além de assistir às aulas, os alunos poderão interagir com seus colegas e professores em tempo real, em um chat que funcionará como uma espécie de “sala de aula virtual”.

O Aula Paraná está disponível para ser baixado em celulares que utilizam o sistema Android (para baixar, clique aqui) e em aparelhos iOS (para baixar, clique aqui). Para fazer o login, o aluno deve colocar seu número do Cadastro Geral da Matrícula (CGM) no campo “usuário”. Já a senha é a data de nascimento do estudante, no formato DDMMAAAA. Para os alunos que não se lembram de seus CGMs, será adicionada ao site da Área do Aluno a opção “recuperar CGM”.

Leia Também:  Homem tenta agredir populares e policiais em W. Braz

Leia também: Educação desenvolve EaD com foco no protagonismo do professor

Vale destacar que o Aula Paraná não consome dados de 3G e 4G e pode ser acessado, inclusive, em celulares pré-pagos, já que o Governo do Estado está providenciado pacotes junto às operadoras.

“Estamos passando por um período excepcional que também exige medidas excepcionais. As aulas EaD são a solução que encontramos para que os estudantes do Paraná não tenham seu ano letivo prejudicado por conta do coronavírus. A equipe da Seed está trabalhando muito para que o conteúdo chegue com qualidade aos nossos alunos nesse momento tão difícil”, afirma o secretário Renato Feder.

A partir de segunda-feira (6), as aulas poderão ser acompanhadas tanto no aplicativo quanto em canais vinculados à RIC, afiliada da Rede Record no Paraná. São três canais diferentes: um para os sextos e sétimos anos do Ensino Fundamental, outro para os oitavos e nonos anos e um terceiro para o Ensino Médio. Os números para sintonização seguem o padrão ponto 2, ponto 3 e ponto 4. Por exemplo: em Curitiba, a transmissão será nos canais 7.2, 7.3 e 7.4. A lista dos canais da RIC por cidade pode ser acessada aqui . As aulas serão transmitidas no mesmo horário tanto na televisão quanto no aplicativo.

Leia Também:  Dia Internacional da Mulher - Crer e Empreender

AULAS EAD – O lançamento oficial da iniciativa está previsto para os próximos dias, em conjunto com o governador do Estado, Carlos Massa Ratinho Junior.

As aulas na modalidade EaD foram a alternativa encontrada para que os cerca de 1 milhão de estudantes da rede não tenham seu processo de ensino e aprendizagem prejudicado devido ao momento delicado pelo qual o país passa. Os colégios só serão reabertos quando a situação for considerada segura pelas autoridades sanitárias.

A proposta foi desenvolvida respeitando a Constituição Federal e o conceito de amplo acesso à educação. Vale ressaltar que houve ampla aceitação por parte do Conselho Estadual de Educação (CEE), que deliberou de forma favorável por 17 votos a um.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020