18.1 C
Wenceslau Braz

Mulher é morta a facadas pelo ex-marido em Ibaiti

- Advertisement -

Uma cabeleireira de 39 anos, identificada como Monica Moreira, morreu ao ser esfaqueada pelo ex-marido na noite do último sábado (11) próximo a região Central de Ibaiti.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima estava em sua casa desde o início da tarde do sábado quando, por volta das 18h00, seu ex-marido, um homem de 44 anos, chegou ao local. Em seguida, os dois tiveram uma discussão que terminou com o agressor desferindo ao menos 15 facadas contra a vítima. Familiares da vítima estiveram no local e conseguiram conter o autor e prestar os primeiros socorros a Monica que chegou a ser socorrida pela equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

- Advertisement -

Um familiar da vítima conseguiu conter o autor do crime até a chegada de um policial militar que mora próximo ao local e estava de folga, efetuando a prisão do suspeito. Em seguida, foram acionadas as forças policiais que encaminharam o autor até a delegacia da Polícia Civil para que fossem tomadas as providências cabíveis ao caso. Ele deve responder por feminicídio. A faca utilizada para matar a vítima foi apreendida e entregue na delegacia.

Mônica infelizmente entra para estatística de crimes contra as mulheres no Brasil vivendo situação semelhante a de outras vítimas pelo país. Conforme apurou a equipe da PC, entre março e maio deste ano a mulher havia registrado três boletins de ocorrência contra o seu algoz, sendo concedida medida protetiva contra o suspeito em 15 de março. Ainda de acordo com a PC, nas ocasiões onde as equipes policiais foram acionadas, o autor do crime sempre conseguiu fugir do local antes da chegada dos policiais.

Além destes fatos, em Nota, a Polícia Civil informou que Monica não representou criminalmente contra o suspeito e, em 28 de maio, procurou o Judiciário local para requerer a anulação das medidas protetivas que tinha em desfavor do autor e,com isso, o suspeito podia se aproximar da vítima.

- Advertisement -

Deixe uma resposta

MAIS NOTÍCIAS