conecte-se conosco


Radar

Três suspeitos são detidos por assalto a hotel em Arapoti

Publicados

em

Na noite desta quinta-feira, 27, a polícia civil e militar capturou três adolescentes, que seriam suspeitos de roubarem um hotel no centro da cidade, na última segunda-feira, 24.

Os menores foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil da cidade, onde permanecerão a disposição da justiça, que definirá o destino dos três. No momento da abordagem em residências dos suspeitos, foram localizados e apreendidos vários objetos, além de arma de fogo que, segundo a Polícia Civil, comprovariam a participação deles no crime.

O assalto ocorreu na última segunda-feira, 24, quando os criminosos armados invadiram o hotel, ameaçarem as pessoas que estavam no local, incluindo funcionários e hospedes e roubaram uma quantia em dinheiro, aparelho celular e um tablet.

Gumercindo Athayde, delegado de polícia, deverá encaminhar com urgência a conclusão das investigações e do inquérito para que o Juízo da Comarca de Arapoti tome as providências necessárias.

ONDA DE VIOLÊNCIA NA CIDADE

Em menos de um ano a cidade já registrou um índice maior que comparado com o mesmo período do ano anterior. Em fevereiro deste ano, dois ladrões foram mortos, quanto tentavam assaltar um supermercado no Jardim Ceres. Na ocasião não contavam com a presença de um policial civil, que fazia compras e passava no caixa naquela hora. Os marginais foram abatidos e acabaram morrendo na porta do estabelecimento.

Leia Também:  Após assaltar menina, rapaz é detido por populares

Em março, dois postos de combustíveis da cidade que margeiam a PR 092, também foram alvo de ladrões. Lamentavelmente nestas duas ocorrências os bandidos conseguiram roubar o dinheiro dos caixas e fugir. Até o momento não houve a prisão dos responsáveis.

As polícias civil e militar, ainda registrou uma série de outras ocorrência neste intervalo, as quais continham queixas de furto a motos, aparelhos celulares nas ruas, roubo a residências, além de outros crimes que ainda estão sob investigação.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Radar

Comerciantes são notificados por descumprir quarentena do coronavírus

Publicados

em

Mais dois comerciantes foram notificados pela equipe da Polícia Militar por descumprir decretos municipais referentes a quarentena de prevenção ao coronavírus. As ocorrências foram registradas nos municípios de Conselheiro Mairinck e Ibaiti.

A primeira situação foi registrada na tarde do último domingo (29) em Conselheiro Mairinck. Por volta das 13h, a equipe da PM recebeu uma denúncia informando que um grupo de pessoas estava no interior de um bar localizado em frente a agencia dos Correios. Diante da informação, os policiais foram ao local averiguar a situação.

Chegando ao estabelecimento, foi constatado que o mesmo estava com as portas fechadas, porém, algumas pessoas estavam no interior do bar e foram advertidas sobre a proibição de aglomerações de pessoas. Diante da situação, o proprietário do estabelecimento foi advertido quanto aos procedimentos cabíveis ao caso e encaminhado para lavratura do Termo Circunstanciado de Infração Penal.

O outro caso foi registrado no município de Ibaiti. Por volta das 20h do domingo, também uma denúncia anônima levou a polícia até dois bares que estavam funcionando com as portas fechadas.

Leia Também:  Polícia Militar recaptura foragidos da penitenciária de Londrina

Segundo informações da PM, os policiais foram até o local acompanhados do fiscal da prefeitura, sendo constatado que um dos estabelecimentos já se encontrava fechado. Já no segundo bar, o comércio estava de portas fechadas, mas quatro pessoas estavam no interior do local ingerindo bebidas e jogando sinuca. Neste caso, a proprietária do bar e seu convivente tiveram de ser algemados, visto que desacataram as ordens para abrir as portas para os policiais, encararam a situação com ironia e tentaram investir contra a equipe.

Com isso, foi lavrado termo circunstanciado em desfavor de ambos, por desobediência à ordem legal de funcionário público, e Art. 268 do Código Penal – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020