conecte-se conosco

unopar

Turismo

“Casa elefante” histórica pode ser alugada por R$ 640 a noite; veja fotos

Publicados

em


source

Uma casa construída em 1881, no formato de elefante, entrou para o catálogo de aluguel do Airbnb . “Lucy”, como é chamada, é mais velha que a Torre Eiffel e a Estátua da Liberdade.

Leia também: Conheça a nova atração da Disney, em Orlando, do Mickey e da Minnie

casa elefante arrow-options
Divulgação/ Airbnb

A “casa elefante” Lucy foi construída em 1881

Localizada em Margaret, Nova Jersey (EUA), a acomodação tem sacada e um quarto com sala de estar. Não há água corrente na ” casa elefante “, por isso, o Airbnb colocará um trailer de banheiro ao lado do terreno com chuveiro, pia e vaso sanitário. Sem cozinha, os hóspedes receberão almoço especial e, para jantar, precisarão ir à um restaurante da região.

As datas disponíveis para o pernoite na Lucy são 17, 18 e 19 de março. Só cabem duas pessoas e a estadia é para apenas uma noite, no valor de 138 dólares (R$ 640*), a mesma idade da construção.

A ideia do aluguel é incentivar o turismo na cidade de Nova Jersey. Toda a decoração da casa remonta ao século XX, mas tem toques modernos como carrinho de bebidas, jogo de xadrez e um balde de champanhe de cristal.

Leia Também:  Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, Montevidéu inaugura praça

Veja fotos do interior da casa abaixo:

Leia também: Novos hotéis e atrações turísticas – veja as novidades de Chicago

O dinheiro arrecadado com o aluguel da casa elefante ficará para o Comitê Save Lucy que trabalha na manutenção do edifício. Lucy é bem resistente. Em todos seus anos de existência, sobreviveu ao furação Sandy e a um raio. Quem não puder reservar o pernoite no Airbnb , pode visitar o local durante o dia.

*pesquisa feita em 06 de março de 2020 com o dólar a R$ 4,64

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Campos Gerais

Sengés, o paraíso espera por você

Publicados

em

Lindo espetáculo natural na divisa do Paraná com São Paulo - Foto: Divulgação AEN

Da Redação

Em tempos de pandemia, shoppings e parques urbanos fechados e vida foram do comum a natureza diz: sempre estive aqui e sempre vou estar. Nesses tempo difíceis este é o recado que o planeta nos dá sobre valorizar o natural.

E uma das mais deslumbrantes belezas naturais do Paraná está logo aqui ao lado em Sengés, que vem se tornando referência no turismo nacional e estadual. Rica em belezas da natureza, é um destino que serve como refúgio para quem deseja se desestresar e se desligar da correria do dia a dia.

Considerado o paraíso das cachoeiras o município é localizado na divisa com o Estado de São Paulo, a cerca de 40 km de Jaguariaíva, Sengés tem pouco mais de 20 mil habitantes distribuídos pelas zonas rural e urbana.

Sengés é ainda abençoado com cânions, vales, lagos, grutas e represas que rendem cenários espetaculares de turismo para quem adora ter esse tipo de conexão com o meio ambiente. Como ponto turístico, visite o Poço Encantado, faça a trilha das cachoeiras e encante-se com as quedas d’água da Cachoeira do Corisco.

Leia Também:  Sengés, o paraíso espera por você

O nome Sengés é uma homenagem ao engenheiro Gastão Sengés, responsável pela construção do trecho da estrada de ferro que cortava a cidade.

A CACHOEIRA DO CORISCO

A atração possuiu a maior queda d’água da região, com aproximadamente 106 metros. Quase na desembocadura do Rio Capivari sobre o Rio Itararé, a cachoeira oferece um bonito espetáculo ao precipitar suas águas cristalinas

Cachoeira do Corisco – Foto Divulgação

sobre um lajeado escuro, proporcionando um contraste surpreendente. Completando o conjunto natural, pode-se apreciar uma exuberante floresta, formações rochosas e campos, com um forte impacto visual.

Localizada em propriedade particular, é imprescindível a autorização dos proprietários. Sendo assim o acompanhamento de guia neste local se faz obrigatório.

PARQUE DA BARREIRA

No paredão de arenito em volta do Rio Itararé, que divide o Paraná de São Paulo, é possível contemplar uma belíssima paisagem. De um lado, a calmaria; de outro, a agitação das águas do rio. Dali saem centenas de andorinhas

Parque da Barreira – Foto Divulgação

de seus ninhos, formando uma bela visão da natureza. O retorno das aves ao entardecer é outro espetáculo. O acesso ao local é apenas pelo lado paulista.

Leia Também:  O que fazer em Caldas Novas? Veja opções para além dos resorts

CACHOEIRA DO SOBRADINHO

Cachoeira do Sobradinho – Foto Divulgação

Um verdadeiro espetáculo da natureza. Com uma queda de aproximadamente 40 metros de altura, a Cachoeira do Sobradinho é uma parada obrigatória para quem visita a cidade. É um lugar que transmite paz e tranquilidade, ótimo para passear, refrescar-se nas águas cristalinas e vislumbrar a paisagem extraordinária.

SOBRE O MUNICÍPIO

Com um passado cheio de história, os primeiros moradores chegaram por volta de 1883, atraídos pelo solo e riquezas naturais. Em 1930, a cidade também virou passagem de combatentes da Revolução de 30, os quais ficaram por muitos dias utilizando das fazendas para concentração e igreja como “hospital” para soldados.

Com a economia fortemente direcionada ao ramo madeireiro, Sengés é referência no setor e considerada a “Capital da Madeira”. É um destino de inúmeras belezas naturais, de refúgio rústico e tranquilo, além de atrações de aventura, como rapel nas cachoeiras.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020