27.8 C
Wenceslau Braz

Dia Mundial do Turismo: conheça pontos turísticos no Paraná com histórias da imigração holandesa

Entre as atrações está o maior museu histórico em área aberta do Brasil

Campanha “Paraná seu próximo destino” será levada aos principais eventos turísticos do Brasil

A campanha “Paraná seu próximo destino”, desenvolvida pelo Governo do Estado, começa a ganhar dimensão nacional. Ela será apresentada em eventos realizados na alta temporada...

Turismo de natureza tem forte tendência no Brasil e Foz do Iguaçu é referência

A natureza de Foz do Iguaçu está entre os destinos mais buscados pelos brasileiros que estão planejando as suas futuras viagens domésticas, aponta recente...

Paraná possui três projetos em fase de estruturação de concessão no âmbito do turismo

Com o objetivo de garantir uma melhor oferta de serviço público para a população, a Superintendência Geral de Parcerias (SGPAR), instituída nesta gestão, atua...

Movimento supera expectativa e aquece turismo em Foz do Iguaçu e Litoral no feriadão

O movimento em Foz do Iguaçu e no Litoral, principais destinos turísticos do Paraná, superou as expectativas neste feriado prolongado, alcançando as melhores marcas...

Marca do turismo paranaense, Vila Velha recebeu mais de 57 mil visitantes após reabertura

Desde a sua reabertura, no dia 4 de setembro de 2020, após seis meses de fechamento preventivo para o combate à pandemia da Covid-19,...
- Advertisement -

Arapoti, Carambeí e Castro são exemplos de colônias que preservam a cultura e a história das famílias holandesas no Brasil. Estabelecidas no Sul do país, na região dos Campos Gerais (PR), as comunidades valorizam o patrimônio histórico, artístico e cultural deixado pelos imigrantes.

As três colônias holandesas cresceram no ramo da agropecuária em forma de cooperativas, sendo denominadas como Frísia, Castrolanda e Capal. Os trabalhos tiveram sucesso graças aos esforços dos pioneiros e à busca por técnicas e adaptações das produções. Com a união dos imigrantes em sistemas cooperativos foi possível alcançar o desenvolvimento dos municípios e de toda região.

- Advertisement -

+  Tomazina investe em infraestrutura para alavancar o turismo

Hoje em dia, essas localidades que acolheram os povos holandeses são pontos turísticos da região. “Esses lugares históricos possuem grande valor para o povo holandês. Recordam a nossa história, valorizam a nossa cultura que é tão interessante e, além de tudo, mostram a importância dos primeiros pecuaristas e agricultores holandeses que chegaram à região”, comenta o presidente da Associação Cultural Brasil – Holanda (ACBH), Koob Petter.

+  10 lugares imperdíveis para conhecer no Paraná

Confira abaixo alguns desses pontos turísticos:

Museu do Imigrante Holandês

Museu-holandes
Foto: BRDE

Localizada em Arapoti, a estrutura onde está o museu funcionou como estação de recebimento de leite e produção de manteiga da Cooperativa Central de Laticínios até 1979. Em 2005, a sede foi transformada em museu, abrigando um vasto acervo com objetos, fotografias, biblioteca e ambientes decorados com móveis trazidos pelos imigrantes holandeses, reproduzindo seu estilo de vida.

O museu possui uma sala que retrata a história das cooperativas na cidade.

Localização: Rua Geert Leffers, s/n – Vila Evangélica – Arapoti – Paraná

Entrada: R$ 5

Parque Histórico de Carambeí

Parque Histórico de Carambeí - Paraná
Foto: Reprodução Internet

O maior museu histórico a céu aberto do Brasil fica em Carambeí. O Parque Histórico é um complexo museal de caráter sociocultural e educativo que busca resgatar, preservar e difundir a história e a memória da colônia, as experiências que moldaram a cidade e sua gente.

Localização: Av. dos Pioneiros, 4050 – Carambeí – Paraná

Entrada: R$ 20 inteira, R$ 10 meia-entrada

Centro Cultural Castrolanda

centro-cult-castrolanda
Foto: Reprodução Internet

Parte do Memorial de Imigração Holandesa, o Moinho “De Immigrant” é uma réplica, em tamanho original, do moinho Woldzigt, localizado no norte da Holanda. O Museu Histórico de Castrolanda, construído para representar as casas de fazenda típicas do Norte holandês, em que a residência é unida ao estábulo, conta com um acervo de móveis e objetos que foram doados pelas famílias dos pioneiros. O espaço do estábulo que originalmente era usado para animais, depósito e maquinários, hoje acomoda exposições que contam a história da imigração.

Localização: Rua do Moinho, 244 – Colônia Castrolanda – Castro – Paraná

Entrada:  R$ 15 inteira, R$ 7,50 meia-entrada

Devido à pandemia, as atrações precisam de agendamento antecipado e determinam limites de pessoas, respeitando todos os protocolos de prevenção à covid-19.

+  Norte do Paraná ganhará um dos melhores hotéis resorts do país

Agência de Turismo

Para organizar o passeio, uma boa opção são as agências de turismo, que possuem roteiros próprios ou podem dar orientações para que cada um monte o seu roteiro. Nos Campos Gerais, a Cooptur (Cooperativa Paranaense de Turismo) disponibiliza essas duas opções, com várias rotas para os pontos turísticos, dentre elas, os roteiros pelas cooperativas. Mais informações: Cooptur.

 

- Advertisement -

Deixe uma resposta

[the_ad id=”263755″]

MAIS NOTÍCIAS

Campanha “Paraná seu próximo destino” será levada aos principais eventos turísticos do Brasil

A campanha “Paraná seu próximo destino”, desenvolvida pelo Governo do Estado, começa a ganhar dimensão nacional. Ela será apresentada em eventos realizados na alta temporada do turismo no Brasil e...

Turismo de natureza tem forte tendência no Brasil e Foz do Iguaçu é referência

A natureza de Foz do Iguaçu está entre os destinos mais buscados pelos brasileiros que estão planejando as suas futuras viagens domésticas, aponta recente pesquisa do Booking.com, site internacional...

Paraná possui três projetos em fase de estruturação de concessão no âmbito do turismo

Com o objetivo de garantir uma melhor oferta de serviço público para a população, a Superintendência Geral de Parcerias (SGPAR), instituída nesta gestão, atua na elaboração de projetos de...

Movimento supera expectativa e aquece turismo em Foz do Iguaçu e Litoral no feriadão

O movimento em Foz do Iguaçu e no Litoral, principais destinos turísticos do Paraná, superou as expectativas neste feriado prolongado, alcançando as melhores marcas no ano, equivalentes ao período...

Marca do turismo paranaense, Vila Velha recebeu mais de 57 mil visitantes após reabertura

Desde a sua reabertura, no dia 4 de setembro de 2020, após seis meses de fechamento preventivo para o combate à pandemia da Covid-19, o Parque Vila Velha, nos...

Paraná incentiva visitação a seus próprios e variados atrativos para alavancar retomada do turismo

Tem praia, tem trilha, lugar para a família, cultura e aventura. Tem emoção, comida boa, rio e lagoa. Esse é um dos trechos da trilha sonora que embala a...

Quatro consórcios apresentam propostas para obra de revitalização da orla de Matinhos; menor preço vai definir vencedor

Quatro consórcios apresentaram propostas para execução da obra do projeto de revitalização da orla de Matinhos, no litoral do Paraná. A abertura das propostas aconteceu na terça-feira (17) na...

4º Fórum Paranaense de Turismo Religioso discutiu promoção de novas rotas de fé

Especialistas em turismo religioso de diversos estados e países debatem a promoção do turismo religioso nesta semana. O 4º Fórum de Turismo Religioso teve transmissão pelo YouTube.O evento teve como objetivo contribuir para...