conecte-se conosco


Turismo

Está de quarentena? Veja 10 lugares para visitar pela internet

Publicados

em


source

A pandemia do novo coronavírus está deixando muitas pessoas dentro de casa para evitar a disseminação da doença entre a população. Mas, o que fazer durante o dia, como se entreter e não ficar entediado?

Leia também: Qual a melhor forma de transportar o vinho na mala?

Algumas plataformas digitais disponibilizam “passeios virtuais” em museus, cidades e até planetas. Então, se você está em quarentena pelo novo coronavírus , confira abaixo as 10 viagens internas que dá para fazer sem sair de casa:

1. Visitar a ilha da MSC no Caribe

msc arrow-options
Reprodução

North Beach, uma das praias da Ocean Cay MSC Marine Reserve

A Ocean Cay MSC Marine Reserve é uma ilhota no Caribe mantida pela operadora de cruzeiros MSC. Com praias, espaços de entretenimento, restaurante, Spa e lojas para compras, o local só pode ser acessado pelos hóspedes dos navios.

Porém, quem quiser ter um aperitivo do que está na ilha da MSC, um site com viagem virtual foi criado. Veja como navegar  clicando aqui.

2. Visitar Marte

marte arrow-options
Divulgação/Nasa

Marte está entre os planetas que podem ser visitados online no Google Earth

A plataforma Google Earth pode te levar até Marte sem que você precise sair do sofá. Um mapa do terreno arenoso do planeta, feito a partir de vídeos e fotos da NASA, mostra como é o planeta vermelho.

Para navegar é fácil. Baixe o aplicativo do Google Earth e selecione o ícone “planeta” na barra de ferramentas. Escolha “marte” e vá explorando todos os detalhes registrados no espaço.

3. Vá até Paris

paris arrow-options
undefined

A torre eiffel também tem visitação virtual no Google Street View

O novo epicentro do Covid-19 é a Europa, por esse motivo, não é recomendada a viagem para países do continente. Mas, por que não visitar Paris online? Também pela plataforma do Google Street View é possível conhecer a cidade das luzes em 3D.

Leia Também:  Hotel japonês cria maneira peculiar de acordar os hóspedes

Para navegar, é necessário entrar no Google Maps , procurar por Paris e clicar em ícones das jornadas do Street View. O principal ponto turístico da França, a Torre Eiffel, também pode ser acessada pela web.

4. Conhecer o mundo no 360 Cities

cities arrow-options
Reprodução

A plataforma 360 Cities é indicada para visitar várias cidades no mundo em apenas uma foto

O 360 Cities é uma plataforma que reúne fotos tiradas em 360º de diversas cidades ao redor do mundo. Para “viajar” você pode acessar diretamente o site ou visitar o Google Earth. Marcadores azuis e verdes aparecem nos mapas. O azul indica a foto ampliada e os verdes as variações de imagens do mesmo lugar.

5. Passeio literário na República Tcheca

livraria arrow-options
Reprodução/ Pinterest

A livraria Strahov fica dentro de um monastério em Praga, na República Tcheca

Na República Tcheca a biblioteca do monastério de Strahov fica num edifício construído em 1143 e habitado por bispos. A viagem até Praga pode ser feita inteiramente na maior fotografia interna já tirada no mundo.

O projeto 40 gigapixels mostra todos os detalhes da biblioteca, até rachaduras no teto. A imagem está disponível no 360 Cities e para ver todos os cantos da sala é importante dar zoom na imagem.

6. Visita à Pinacoteca em Milão

pinacoteca arrow-options
Divulgação

A Pinacoteca di Brera fica em Milão, na Itália

A Pinacoteca di Brera é um dos passeios tradicionais em Milão , na Itália. Situada no primeiro andar do antigo Palácio de Brera, o espaço reúne artistas italianos e tem um catálogo online com mais de 600 peças.

Leia Também:  Conheça o novo modelo de viagem marítima: o superiate de luxo

Além das imagens disponíveis, é possível ler as descrições das obras em italiano e inglês. Também existe recurso de pesquisa por data, artista e material.

7. Museu Arqueológico Nacional de Atenas

museu arrow-options
Wikipedia

O museu arqueológico nacional de Atenas é uma boa opção de visita virtual em tempos de coronavírus

Para quem quer visitar pontos turísticos na Grécia, navegar pelo Museu Arqueológico Nacional de Atenas é uma boa opção. Esse é o passeio perfeito para conhecer obras e artefatos da civilização grega antiga.

A coleção é dividida pré-história, esculturas, vasilhas, objetos procedentes de Santorini, objetos feitos de bronze e uma coleção de arte do Egito. A consulta online é feita no site do próprio estabelecimento.

8. Galeria de Arte virtual

galeria arrow-options
Wikipedia

A galeria nacional de arte

A Galeria Nacional de Arte de Washington, nos Estados Unidos, é um dos espaços públicos mais visitados no mundo. Construída em 1937, o espaço reúne artes, esculturas, quadros, gravuras, fotos e arte decorativa.

Nomes famosos como Picasso, Andy Warhol, Van Gogh e outros estão disponíveis para os visitantes. Toda a coleção pode ser acessada online no site da Galeria, em inglês.

9. Visite o Museu do Índio

museu arrow-options
Wikipedia

Museu do Índio, em São Paulo

O Museu do Índio, mantido pela Funai, pode ser visitado online. Localizado em São Paulo, o espaço tem cinco exposições na aba virtual e tem como objetivo difundir a cultura dos povos ancestrais.

10. Museu da Pessoa

museu arrow-options
Divulgação

Museu da Pessoa, em São Paulo, tem visita virtual

O museu da pessoa, localizado também na cidade de São Paulo, pode ser acessado via online. Com o objetivo de “mudar o seu jeito de ver o mundo”, o espaço tem seis exposições e é colaborativo, ou seja, aumenta seu arsenal com a ajuda.

Leia também: 11 museus brasileiros que valem a visitação

Empresas, visitantes e voluntários mantém o Museu da Pessoa aberto e em funcionamento. Ficou interessado em visitar algum dos lugares citados acima de maneira a fugir do novo coronavírus ? Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Turismo

Há um jeito mais seguro de viajar durante a pandemia do coronavírus?

Publicados

em


source

A pandemia do novo coronavírus já é uma realidade no Brasil, provocando o fechamento de escolas, estabelecimentos de comércios, shoppings e até restrição em aeroportos e cancelamento de ônibus. Alguns estados e cidades estão tomando medidas para se isolarem, numa tentativa de conter a propagação do vírus.

Leia também: Coronavírus: vai cancelar a viagem? Turistas contam perrengues e o que fizeram

pessoas em um aeroporto usando máscara arrow-options
Fernanda Frazão/Agência Brasil

Se você precisa ir viajar, saiba qual o melhor meio de transporte para não pegar coronavírus

Ainda assim, algumas pessoas precisam se deslocar, seja para voltar para casa depois de uma viagem à trabalho, ou para ficar mais perto da família durante esses tempos difíceis. 

Pensando em quem precisa de fato  viajar , o iG Turismo conversou com Natan Chehter, geriatra pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, que fez recomendações importantes.

Qual é a melhor maneira de viajar durante a pandemia do novo coronavírus?

pessoas em um aeroporto se protegendo. arrow-options
Agência Brasil/Fernando Frazão

Viajar de carro, avião ou ônibus? confira qual é a melhor alternativa para viajar durante a pandemia do coronavírus.

“O viajante deve presar pelo meio de transporte no qual ele terá menos contato com outros passageiros. Quanto mais distante de outros passageiros o viajante estiver, menor serão as chances de contrair a doença”, ressalta Chehter.

Nesse caso, viajar de carro , apesar de ser mais demorado que viagens de avião, é o método mais recomendado. “Por ser um meio de transporte com um menor número de passageiros, viajar de carro é o método mais seguro, já que em outros meios de transporte como o ônibus ou o avião, o viajante estará em contato com mais pessoas, aumentando o risco de entrar em contato com uma pessoa que esteja infectada pelo novo coronavírus”, explica o geriatra.

Leia Também:  Expresso Turístico: Passageiros poderão pedir reembolso ou remarcar passagens

Leia também: Está de quarentena? Veja 10 lugares para visitar pela internet

Quais são os cuidados que devem ser tomados ao viajar de carro?

pessoas se protegendo num aeroporto, utilizando máscaras arrow-options
Fernando Frazão/Agência Brasil

Confira os cuidados ao viajar de carro

Mesmo com um menor número de passageiros, medidas de precaução também devem ser tomadas. “Ao viajar de carro, a higienização das mãos é praticamente obrigatória”, afirma o médico.

“Além de higienizar as mãos, seja lavando com água e sabão ou com álcool em gel, superfícies que são tocadas com frequência também devem ser higienizadas, como o volante, o câmbio, botões no painel do carro, maçanetas e etc”, continua.

Outro ponto que deve ser levado em conta é a circulação de ar no veículo. “É preferível que os passageiros optem por deixar as janelas do carro abertas, ao invés do uso do ar condicionado”, recomenda o especialista. “Com as janelas abertas o ar circula dentro do carro com maior frequência, não viciando o ar respirado pelos passageiros e, consequentemente, diminuindo o risco de contrair qualquer doença pelo ar”, completa.

Leia Também:  "Casa elefante" histórica pode ser alugada por R$ 640 a noite; veja fotos

Leia também: Expresso Turístico: Passageiros poderão pedir reembolso ou remarcar passagens

Quais cuidados devem ser tomados ao viajar de avião ou de ônibus?

pessoas num aeroporto se protegendo, usando mascaras arrow-options
Fernando Frazão/Agência Brasil

Cuidados devem ser tomados ao viajar de avião, confira as recomendações do Dr. Natan Chehter.

Caso viajar de carro não seja possível, Chehter separou dicas de como se previnir em viagens onde se entrará em contato com um maior número de pessoas.

  • Não é necessário usar máscara!

Apesar do que muitos pensam, o uso de máscaras não é necessário para quem não sente nenhum sintoma do novo coronavírus. ”Seja na rua, no carro, no ônibus ou no avião, o uso de máscara é recomendado apenas para que apresenta os sintomas da doença”, explica.

  • Higienização das mãos é essencial

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) permite que, em voos domésticos, o passageiro transporte até 500ml de álcool em gel e sua bagagem de mão. Em voos internacionais, o limite máximo é de apenas 100ml.

Caso não seja possível levar o produto para a viagem, o geriatra sugere que o passageiro procure outras alternativas para higienizar as mãos: “Lenços umedecidos e lavar a mão nos banheiros do avião podem ser grandes aliados caso não seja possível higienizar a mão com álcool em gel”

  • Em voos vazios, recomenda-se a distância

“Com a baixa procura por viagens de avião, tanto nacionais quanto internacionais, alguns voos criaram a possibilidade dos passageiros ficarem mais distantes um dos outros”, destaca Chehter. 

“Se possível, procure manter uma distância de uma fileira do próximo passageiro. Essa ação já diminui as chances do viajante ser infectado”, detalha o médico. Com uma distância maior entre os passageiros, a chance do viajante se infectar é menor.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail. Copyright © 2020